PUBLICIDADE
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Chevrolet Equinox muda visual e mantém qualidades para encarar Compass

Vitor Matsubara

Colaboração para o UOL

16/05/2022 12h26

O Equinox está no Brasil desde 2017. Desde então, a Chevrolet assistiu à chegada de novos rivais como Volkswagen Taos e Toyota Corolla Cross sem passar por grandes mudanças.

É por isso que as novidades no visual são mais do que bem-vindas, embora não tenham sido tão significativas. A dianteira ganhou um novo conjunto ótico dividido em duas partes, separado pela grade frontal - que também foi redesenhada. Atrás, nada mudou.

Além do tapa no estilo, a Chevrolet lançou uma nova versão chamada RS, que realça as mudanças no design. A cor preta está presente nas rodas de 19 polegadas e em vários detalhes externos, como os frisos e a gravatinha tradicionalmente dourada.

Na cabine, o Equinox RS ganhou costuras vermelhas no revestimento de couro dos bancos e apliques em preto brilhante em volta das saídas de ar-condicionado.

Conjunto afinado

O SUV está disponível apenas na motorização 1.5 turbo movida a gasolina, que entrega 172 cv e torque máximo de 27,8 kgfm. Junto com o cambio automático de seis marchas, ele forma uma dupla entrosada, fazendo do Equinox um dos SUVs mais interessantes para quem gosta de acelerar.

Mesmo com a calibragem de suspensão tipicamente americana para priorizar o conforto, o Equinox consegue divertir em trechos sinuosos de serra, como o percurso de 150 km que liga São Paulo a São Bento do Sapucaí. Faltou só as aletas atrás do volante para realizar trocas de marcha sequenciais, que precisam ser realizadas por toques em um (nada prático) botão na alavanca do câmbio.

Completão

Na linha 2023, o Equinox está à venda em duas versões de acabamento. A RS exerce o papel de entrada na gama, com a Premier no topo da linha.

A lista de itens de série já agrada desde a versão RS. Além de todos os itens visuais já citados, ela vem com 6 airbags, alerta de colisão frontal (cujo funcionamento é bastante precipitado), frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa de rolagem, sensor de pontos cegos, controles de estabilidade e de tração, ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura, sistema de estacionamento semiautônomo, central multimídia MyLink com internet 4G e conexão Wi-Fi, câmera de ré e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

A configuração Premier acrescenta tração integral, teto solar panorâmico e bancos dianteiros com regulagens elétricas, entre outros itens.

Os preços, porém, serão divulgados apenas em junho, quando o modelo desembarca nas concessionárias.