PUBLICIDADE
Topo

Por que Ford F-150 Lightning deve popularizar elétricos nos Estados Unidos

Ford F-150 Lightning - Reprodução
Ford F-150 Lightning Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/05/2022 13h18

O Ford F-150 Lightning, modelo elétrico da renomada picape da montadora, vive sob a expectativa de que possa fazer os veículos elétricos ficarem mais populares nos Estados Unidos. Se a Tesla iniciou a revolução dos elétricos, espera-se que a Ford fique com o crédito por difundi-los no mercado.

Chegando pelo preço de US$ 40 mil (R$ 200 mil na cotação atual), o F-150 Lightning - que com motor de combustão é a picape mais vendida dos EUA - é um produto versátil e acessível que pode ser carregado em menos de uma hora. A aposta da fabricante é que pessoas que nunca consideraram ter um elétrico possam adquirir.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

A Ford recebeu 200 mil reservas e já aumentou sua capacidade de produção em duas vezes, esperando atingir uma taxa anual de 150 mil no próximo ano.

O potencial é alto, já que a Ford vende 900 mil picapes da Série F movidos a gasolina por ano, gerando mais de US$ 40 bilhões em receita - mais do que empresas como McDonald's, Nike e Coca-Cola.

Picapes elétricas já existem nos EUA, com o GMC Hummer da General Motors e o R1T da Rivian. Porém, estes modelos possuem preço bastante acima do que uma pessoa de classe média pode pagar. O preço inicial do Ford Lightning é metade do Rivian, com o Hummer passando dos US$ 100 mil.

O Ford F-150 Lightning tem porta-malas dianteiro, com 181 kg de capacidade e também possui um poço profundo com um dreno que funciona como um refrigerador.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.