PUBLICIDADE
Topo

Carros na Rússia: por que país não vai 'virar Cuba' mesmo com embargos

Lada Vesta - Divulgação
Lada Vesta Imagem: Divulgação

José Antonio Leme

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/03/2022 04h00

Sofrendo embargos de países e empresas, a Rússia está sendo "sufocada" economicamente como represália à invasão à Ucrânia e à guerra que começou.

Um dos setores bem atingido é o automotivo, com diversas marcas interrompendo suas produções por lá ou mesmo as importações.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Mas o risco de virar uma "nova Cuba", que até hoje sofre com o embargo econômico e que tem em suas ruas carros que a fazem parecer parada na década de 1950, está longe de se repetir na Rússia.

Apesar dos embargos comerciais já vigentes e que podem vir a aumentar, o país consegue se manter e ter uma indústria automotiva local. Claro que a globalização da economia traria efeitos em diversos aspectos, mas isso não impediria o país de produzir veículos, mesmo que com oferta reduzida.

A indústria local existe, sendo a Lada o maior expoente dela - não à toa é a fabricante de quatro dos 10 carros mais vendidos na Rússia em 2021, incluindo o primeiro e segundo lugares com o Vesta e o Granta, respectivamente.

Além de marcas locais, como a Lada e a GAZ, o mercado russo ainda conta com a força do abastecimento da China, que produz praticamente todo tipo de componente para carros e que não fez nenhuma sanção ao parceiro comercial e político.

O desenvolvimento da indústria local sempre contou com o apoio governamental, não só a automotiva, mas também a militar. Por isso, apesar dos embargos, a engenharia russa consegue se desenvolver, mesmo que a passos mais lentos.

  • Veja as notícias do dia no UOL News com Fabíola Cidral:

Mercado

A Lada/AutoVaz tem 22,3% do mercado local, liderando as vendas, mas outras marcas estrangeiras se destacam por lá. O grupo Hyundai (Hyundai e Kia) tem na Rússia seu quarto mercado mais importante, atrás apenas da própria Coreia do Sul, EUA e Europa.

Por lá, a Kia foi a segunda marca com maior parcela do mercado em 2021, com 12,3% das vendas - seguida da Hyundai, com 10,3% das vendas totais.

Lada Granta - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Veja os 10 carros mais vendidos na Rússia em 2021

  • Lada Vesta - 113.698 unidades

  • Lada Granta - 111.430

  • Kia Rio - 82.941

  • Hyundai Creta - 68.081

  • Hyundai Solaris - 61.061

  • Lada Niva - 51.242

  • Volkswagen Polo - 46.887

  • Skoda Rapid - 41.680

  • Renault Duster - 41.471

  • Lada Largus - 39.541

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.