PUBLICIDADE
Topo

Audi Q5 Sportback empolga ao volante, mas cobra mais pelo visual esportivo

Vitor Matsubara

Colaboração para o UOL

28/12/2021 04h00Atualizada em 28/12/2021 09h36

As fabricantes descobriram uma fórmula mágica com a estreia dos SUVs cupês. Afinal de contas, o projeto original de um SUV nem sempre precisa de tantas mudanças (fora o design) para virar um SUV cupê.

É o que acontece com o Q5 Sportback, cuja maior diferença para o Q5 está no visual da traseira. A maior diferença está no corte mais abrupto da tampa do porta-malas, já que até as lanternas são as mesmas nos dois modelos. No geral, o estilo ficou mais interessante (e chamativo) do que no SUV, que chama atenção justamente pela discrição.

As diferenças entre eles são quase imperceptíveis no porte. O Sportback tem 4,68 metros de comprimento e 1,66 metro de altura, sendo apenas 7 mm mais longo e 2 mm mais baixo do que o Q5 SUV. Distância entre eixos e largura são as mesmas nos dois carros: 2,81 metros e 1,89 metro, respectivamente.

O Q5 Sportback está à venda nas configurações S Line (R$ 399.990) e S Line Black (R$ 425.990), que custam até R$ 30 mil a mais do que o Q5 nas mesmas configurações - vendidas por R$ 369.990 e R$ 399.990, respectivamente. Importante lembrar que o Q5 SUV ainda traz a versão de entrada Prestige, de R$ 334.990.

Desempenho para viajar com a família

Audi Q5 Sportback Dianteira - Rafaela Borges/UOL - Rafaela Borges/UOL
Imagem: Rafaela Borges/UOL

Os dois SUVs são movidos pelo motor 2.0 turbo de 249 cv e 37,7 kgfm de torque máximo, disponíveis já a partir de 1.600 rpm.

Isso faz com que o Q5 Sportback tenha respostas muito espertas nas acelerações, fazendo com que o motorista se divirta com seu comportamento ágil. A transmissão automatizada de dupla embreagem de sete velocidades casa perfeitamente com o restante do conjunto, realizando as trocas de marcha de maneira rápida e imperceptível.

A tração integral quattro também permite "abusos" ao volante, fazendo com que o motorista possa entrar em curvas mais fechadas sem medo de sustos. Da mesma maneira, é possível também pisar no acelerador alguns segundos antes de sair da curva para seguir viagem.

Audi Q5 Sportback Traseira - Rafaela Borges/UOL - Rafaela Borges/UOL
Imagem: Rafaela Borges/UOL

Embora tenha uma condução mais 'nervosa' como em todos os modelos da Audi, não espere por altas doses de esportividade. Assim como no SUV, o Sportback foi feito para viajar com a família - e eventualmente abrir um sorriso no rosto de quem está atrás do volante.

Só que o consumo não é dos mais baixos, mesmo se você não abusar do acelerador. Durante nossa avaliação, a média urbana foi de 7,5 km/l, enquanto na estrada não passamos de 10 km/l. É importante lembrar que o Q5 Sportback traz um sistema capaz de desacoplar a transmissão e até desligar o motor em situações de cruzeiro, entre 55 km/h e 160 km/h. Justamente por isso é que esperávamos por médias melhores, sobretudo na estrada.

Bem equipado

Audi Q5 SUV e Sportback - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Todos os comandos estão dispostos de forma intuitiva, como em todo carro alemão que se preze. É fácil se acostumar à posição dos comandos e encontrar cada função não leva mais do que alguns poucos segundos. O acabamento entrega tudo o que você espera de um SUV de luxo. Sobram materiais de ótima qualidade, como couro, alumínio e apliques em preto brilhante. Até os plásticos são mais nobres do que nos carros mais baratos.

O pacote de equipamentos é bem generoso. Os faróis full-LED, por exemplo, são eficientes e incluem um assistente de luz alta que apaga o facho para não ofuscar motoristas viajando no sentido oposto.

No console central, existe um espaço para carregar seu smartphone por indução. Como a bandeja fica na parte superior da tampa de um porta-objetos, ele não rouba espaço do console central. Outra solução criativa é a possibilidade de deslizar o descansa-braço central para 'esconder' o celular enquanto está carregando.

O ar-condicionado digital possui três zonas de regulagem de temperatura, sendo uma delas voltada apenas para os passageiros do banco de trás. Na frente, os comandos de climatização são bem sofisticados, com os visores dentro dos botões redondos e um charmoso recurso que exibe cada função assim que alguém encosta o dedo em cima do botão.

Quanto às assistências de condução, o Sportback traz piloto automático adaptativo, alerta de pontos cegos, alerta de colisão frontal, alerta de tráfego cruzado e alerta de saída do carro (que avisa sobre a aproximação de carros ou ciclistas antes que os ocupantes abram as portas). Faltam, porém, alguns itens como assistente de permanência em faixa de rolagem e o sistema de estacionamento semiautônomo.

No fim das contas, a decisão de comprar um Q5 Sportback é exclusivamente por causa do design. Todo o resto, da mecânica aos itens de série, é rigorosamente igual nos dois modelos. Sendo assim, se você aprecia o estilo mais esportivo e pode pagar a diferença pedida pela Audi, o Q5 Sportback é uma boa escolha para sua garagem.