PUBLICIDADE
Topo

Vinho e queijo como combustível? Príncipe Charles fala de Aston Martin xodó

Príncipe Charles com Aston Martin DB6 Volante 1970 - Getty Images
Príncipe Charles com Aston Martin DB6 Volante 1970 Imagem: Getty Images

Do UOL

Em São Paulo (SP)

14/10/2021 11h07

O príncipe Charles, um dos membros da família real britânica mais reconhecidos mundo afora, admitiu que teve seu Aston Martin DB6 Volante 1970 convertido para andar com biocombustíveis feitos a partir de subprodutos do queijo e do vinho.

"Meu velho Aston Martin, que tenho há 51 anos, funciona - acredite se quiser - com excedente de vinho branco inglês e soro do processo de queijo", disse ele à BBC na preparação para a Conferência de Mudança do Clima das Nações Unidas de 2021 - a ocorrer em Glasgow, na Escócia.

O príncipe Charles se refere ao E85, feito com etanol fermentado de sobras de queijo e vinificação. Entretanto, ele também contou que teve resistência da fabricante para fazer esta modificação em seu carro.

"Eles descobriram que podiam rodar com o excedente de vinho branco inglês, mas eu também não tinha percebido que eles tinham misturado soro de leite também", seguiu.

"Os engenheiros da Aston disseram: 'oh, isso vai estragar tudo'."

"Eu disse, 'bem, não vou dirigir então'. Mas aí eles seguiram em frente e agora admitem que o carro assim funciona melhor e é mais potente do que com gasolina. E também tem um cheiro delicioso enquanto você está dirigindo".

Este tipo de combustível irá no próximo ano para as pistas, sendo usado no Mundial de Endurance e nas 24 Horas de Le Mans.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.