PUBLICIDADE
Topo

Peugeot e-208 GT: prós e contras ante os elétricos Mini, 500 e Zoe

José Antonio Leme

do UOL, em São Paulo (SP)

29/09/2021 04h00

A Peugeot anunciou a chegada do e-208 GT ao mercado. O modelo foi apresentado com preço de lançamento de R$ 244.990, importado da planta da marca francesa na Eslováquia.

Suas dimensões e preço o colocam na seara mais agitada dos carros elétricos no Brasil. Também da Stellantis chegou o Fiat 500e, além de outras novidades que surgiram neste ano: o Mini Cooper S E e a nova versão do Renault Zoe.

Quais as diferenças e onde cada um leva vantagem nessa briga? É o que você pode conferir abaixo.

Design

Em termos de design eles são bem distintos. O e-208 GT e o Zoe apostam em visuais mais modernos e em conformidade com os tempos atuais. Já o 500e e o Mini Cooper apresentam um visual retrô que evoca as gerações anteriores dos modelos.

Por dentro, também propostas totalmente diferentes. O Zoe é o mais frugal e simples em termos de acabamento, mostrando que o negócio é ser um carro urbano barato (o que não ocorre no Brasil). O e-208 GT é o que conhecemos do 208 a combustão, com melhorias.

500e e Mini são mais lúdicos, apelando para a herança da linhagem do modelo. O Fiat traz easter eggs escondidos pela cabine, enquanto o Cooper tenta manter, com toques de modernidade, a aura do Mini original.

Renault Zoe E-Tech 2022 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Espaço

Em termos de espaço, na régua, o Zoe tem as melhores medidas dos três em todos os quesitos: entre-eixos, comprimento, largura e altura. São 2,58 m, 4,08 m, 1,78 m e 1,56 m, respectivamente. O espaço atrás é o mais atrativo para dois adultos, mas nada surpreendente.

O que deixa a desejar mais em espaço interno é o 500e. São 2,32 m de entre-eixos, contra 2,53 m do Peugeot e 2,49 m do Mini. O e-208, com as mesmas medidas da versão a combustão, é um carro que entrega espaço para quatro adultos, mas não com tanto conforto para quem vai sentado atrás.

Tanto Mini quanto 500e, apesar de homologados para quatro pessoas, levam apenas dois adultos e conseguem transportar apenas crianças no banco traseiro, a não ser que os ocupantes na frente sejam baixos.

Fiat 500e Icon x Mini Cooper E S  - Marcelo Justo/UOL - Marcelo Justo/UOL
Imagem: Marcelo Justo/UOL

Equipamentos

Ao lado do Peugeot e-208 GT, o mais completinho da turma é o 500e. Ambos têm o pacote completo de ADAS com frenagem autônoma, alerta de ponto cego e de mudança de faixa com correção, além de controle de velocidade adaptativo.

Também oferecem também central multimídia com integração a Android Auto e Apple CarPlay, enquanto o Mini, por exemplo, oferece apenas para Apple CarPlay. O Zoe também se integra às duas plataformas de smartphone.

O extra do 500e para liderar esse quarteto em termos de equipamento está no sistema de concierge, o Connect Me, que além de oferecer assistência 24 horas tem ainda a possibilidade de entregar internet 4G para os ocupantes dentro do veículo, abrir e fechar porta por meio do app, entre outros.

O Mini oferece o sistema de concierge, mas com funções reduzidas se comparado ao 500e. Já o Zoe é o mais acessível, mas também o que não traz essas novidades em termos de conectividade, ainda que tenha sido recentemente renovado.

Itens como seis airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de partida, chave presencial com partida por botão, trio elétrico, sensores de luz e de chuva e freio de estacionamento elétrico são comuns a 500e, Mini e e-208 GT, o Zoe só tem quatro airbags.

Todos pecam no mesmo quesito de oferecer ajuste manual do banco, apesar de custarem seus R$ 250 mil. Teto solar é uma exclusividade de Mini e 500e, sendo panorâmico no primeiro e convencional no segundo.

Fiat 500e Icon x Mini Cooper E S  - Marcelo Justo/UOL - Marcelo Justo/UOL
Imagem: Marcelo Justo/UOL

Motor

O Peugeot e-208 GT é o segundo mais potente da turma. Seu motor elétrico entrega 136 cv e 26,5 mkgf. Ele perde apenas para o Mini, que com a verve esportiva, entrega 184 cv e 27,5 mkgf. O Zoe tem 135 cv e 25 mkgf, enquanto o 500e vem com 118 cv e 22,4 mkgf.

Os quatro modelos têm tração apenas dianteira e câmbio automático para carros elétricos, com apenas uma marcha à frente e a ré.

A capacidade da bateria, que é de íons de lítio para todos, é de 50 kWh para o Peugeot e-208 GT com uma autonomia declarada de 340 km. A maior autonomia é do Zoe com bateria de 52 kWh e 385 km declarados com uma carga.

O 500e tem 42 kWh de capacidade de carga na bateria e autonomia declarada pela Fiat de 320 km, enquanto o Mini, apesar de ser o mais potente, tem a bateria de menor capacidade, com 32,6 kWh e, por consequência, menor autonomia: 234 km.

Peugeot e-208 GT - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Preço

Apesar dos preços serem próximos há algumas discrepâncias. O Peugeot é oferecido em versão única, GT, que tem aspecto visual esportivo com para-choques e acabamento diferente, além de rodas de 17", e preço de R$ 244.990.

O irmão do grupo Stellantis, o 500e, é oferecido também em versão única, a Icon, por R$ 239.990, em preço que também é de pré-venda.

Renault e Mini, diferentemente dos demais, oferecem pacotes opcionais que podem mudar o preço do carro. O Zoe parte de R$ 204.990 na versão Zen e chega a R$ 229.990 na Intense, mais completa.

O Mini, com a aura de luxo, tem três versões à venda: Cooper S E Exclusive, a R$ 239.990; Cooper S E Top por R$ 264.999 e o Cooper S E Top Collection, a R$ 269.990. A versão intermediária traz todos os itens de série e os R$ 5 mil a mais da Top Collection são focados em questões estéticas.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.