PUBLICIDADE
Topo

Carros usados sofrem reajuste de 13% de janeiro a junho de 2021

Espaço de seminovos na concessionária - Eduardo Knapp/Folhapress
Espaço de seminovos na concessionária Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress

Do UOL

Em São Paulo (SP)

13/07/2021 14h35

Os veículos usados, de quatro a dez anos de uso, encareceram em média 13,04% no primeiro semestre de 2021. A informação é de um estudo da KBB Brasil, que calculou o fato com base em seus dados mensais de variação de preços.

Dentro do grupo, foram os modelos mais velhos que puxaram a alta, com os carros 2011 tendo uma média de 15,01% de reajuste. No entanto, todos os modelos de 2011 a 2017 tiveram aumento superior a 10% neste período. Confira abaixo.

Variação veículos usados (quatro a dez anos de uso):

2011: 15,01% / 2012: 13,76% / 2013: 13,15% / 2014: 13,37% / 2015: 13,47% / 2016: 11,29% / 2017: 12,21% / Total: 13,04%

Entre os seminovos, modelos de 2018 a 2021, uma valorização de 9,75% foi observada, com o maior reajuste sendo em modelos mais antigos - ano modelo 2018 neste caso, em 12,18%. Veja abaixo.

Variação veículos seminovos (até três anos de uso):

2018: 12,18% / 2019: 11,58% / 2020: 7,73% / 2021: 7,54% / Total: 9,75%

O aquecimento do mercado de veículos usados também foi observado por dados de vendas da Fenauto (associação dos revendedores). A média diária de vendas (incluindo motos e pesados) entre janeiro e junho totalizou 59.037 transações, o que representa um aumento de 7,8% em relação às 54.768 do primeiro semestre de 2019 - último ano antes da pandemia.

Ao todo, nos primeiros seis meses de 2021 foram comercializados mais de 5,4 milhões de automóveis e comerciais leves usados no Brasil.

Já para carros novos, o aumento médio de ano modelo 2019 para 2022 foi de 4,28%. Com os carros de 2022 sofrendo reajuste médio de 7,68%. A KBB observa que custos de produção também estão impactando no aumento dos veículos novos, apesar de carros 2019 e 2020 não terem tido variação de preço entre maio e junho.

Variação veículos novos:

2019: 3,48% / 2020: 2,99% / 2021: 5,10% / 2022: 7,68% / Total: 4,28%

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.