PUBLICIDADE
Topo

Carrão de R$ 1,1 mi de Boninho já seduziu Bill Gates e acelera como torpedo

José Antonio Leme

do UOL, em São Paulo (SP)

17/06/2021 04h00

Se na maior parte do tempo o Boninho se preocupa com seus realities shows, como o "BBB" e o "No Limite", no resto do tempo, aparentemente ele se dedica a decidir qual será o novo esportivo que irá ocupar sua garagem.

O escolhido da vez foi o elétrico Porsche Taycan Turbo S. Se elétrico e turbo na mesma frase parece estranho, se acostume. A Porsche no lançamento em 2019 disse que preferiu manter as nomenclaturas dos carros a combustão para ficar fácil entender.

O modelo do todo-poderoso do BBB, ou big boss, como é chamado pelos participantes, é a versão de topo, é claro. Ele parte de R$ 1.079.000, sem os opcionais possíveis.

Na base mecânica, ele tem dois motores elétricos, um em cada eixo, que juntos entregam 625 cv e 107 mkgf. A potência pode ser aumentada para 761 cv com o controle de largada ativado. Com esse conjunto, o Taycan Turbo S é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e atinge a velocidade máxima de 260 km/h.

Com uma carga completa no pacote de baterias de íons de lítio, tecnologia usada também nas baterias de celulares, ele promete autonomia de até 477 km na melhor condição de pilotagem.

Boninho gastou pelo menos R$ 60 mil em opcionais

Se o preço de mais de 1 milhão não foi suficiente para você é possível escolher uma série de opcionais em termos de conforto, alteração estética e nível de equipamentos para seu esportivo.

Pelo que está visível no carro, ele adicionou quase R$ 60 mil em extras - quase um Chevrolet Onix de entrada zero km. Ainda assim, o céu é o limite. É possível adicionar mais de R$ 250 mil em opcionais no configurador da marca.

A pintura escolhida por Boninho já custa uma pequena "bagatela". O Azul Netuno é um opcional de R$ 10.945, além dessa cor há outras três nesse preço: giz, vermelho carmim e cinza gelo metálico. É possível optar por outras 13 cores sem custo, mas se quiser algo totalmente exclusivo com uma cor personalizada a Porsche faz por R$ 40.493.

As rodas de 21 polegadas que ele escolheu são de fibra de carbono e adicionam outros R$ 18.934 ao preço final. Se quiser escolher as cores das rodas - o que ele não fez - o preço é de R$ 5.472.

Boninho não economizou no seu primeiro elétrico. Ele pagou R$ 21.342 no pacote Carbon SportDesign que adiciona para-choques diferenciados e de fibra de carbono. As capas dos retrovisores feitas pela metade de fibra de carbono custaram R$ 6.840.

Na imagem lateral é possível ver o nome da versão grafada na parte inferior das portas dianteiras na cor preta. Isso custou a Boninho R$ 957. Para ter pinças de freio na cor preta com freios de composto de cerâmica, foram mais R$ 3.777 no Pix.

Carro conquistou também Bill Gates

O carro que conquistou o coração de Boninho, também fez Bill Gates, fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo fazer uma transferência na concessionária mais próxima da Porsche e isso gerou uma "treta" no mundo da tecnologia.

Quando soube que Gates gastou seu dinheiro em um Porsche elétrico e não em um Tesla, o fundador da segunda, Elon Musk deu uma "cutucada" no outro bilionário pela internet. No Twitter escreveu que "as minhas conversas com Bill Gates têm sido decepcionantes para ser sincero".

Gates confirmou que havia adquirido o elétrico alemão durante a participação em uma entrevista com um youtuber famoso do setor de tecnologia, que era seu primeiro elétrico e que estava gostando muito.

Apesar de Musk não ter gostado da compra, Gates elogiou a marca americana na entrevista também. "Certamente a Tesla é uma das empresas que ajudou a direcionar [a mudança do carro a combustão para o elétrico]. Foram eles", afirmou.