PUBLICIDADE
Topo

"Carros magnéticos" de Velozes e Furiosos 9 são possíveis na vida real?

Cena de Velozes e Furiosos 9 - Reprodução
Cena de Velozes e Furiosos 9 Imagem: Reprodução

Do UOL

Em São Paulo (SP)

14/06/2021 15h51

O trailer do novo filme Velozes & Furiosos 9 levantou algumas dúvidas. Afinal, seria possível um imã ser tão forte a ponto de atrair e repelir carros e outros objetos de metal com um display de intensidade? O astrofísico Aaron White, em uma matéria feita pela IGN, comentou os casos em um vídeo.

Estudante de eletricidade e magnetismo na Academia de Ciências da Califórnia, ele afirma que muitas das coisas vistas no trailer têm princípios concretos, mas jamais ocorreriam no mundo real. White aponta que os ímãs são poderosos quando algo está próximo, mas à medida que a distância aumenta, a força enfraquece muito rapidamente. Ele diz isso se referindo a uma cena na qual veículos são aproximados e repelidos devido à presença de um imã em um carro.

De acordo com White, imãs também não repelem metal, não importando se o polo positivo ou negativo esteja mais próximo. Segundo ele, não há nada no mundo real que seja forte o suficiente para atrair veículos nas distâncias vistas aqui. Ele diz também que não existe algo como o display visto em cena, que pode atrair ou repelir metais apenas sendo girado.

Entretanto, os filmes exageram e não há problemas com isso. O problema é o quão seletivo a produção é com o que atrai. Os campos magnéticos são basicamente esféricos, então qualquer coisa dentro do mesmo campo que o carro que está sendo atraído (tampas de bueiros, joias e etc) também seria atraído.

Ele ainda observa que em uma cena em que isso ocorre, onde pessoas em uma loja de eletrodomésticos e veem itens passando por elas, há uma geladeira vista ao fundo que não se move.

O vídeo termina com uma viagem aparentemente ao espaço na qual os atores utilizam fita isolante em suas vestimentas. "Este é o jeito mais fácil de se matar", disse White.

Confira o vídeo aqui (em inglês):