PUBLICIDADE
Topo

Ferrari rara idêntica à acelerada por Collor é destruída por fogo no Japão

Ferrari F40 pega fogo no Japão - Divulgação
Ferrari F40 pega fogo no Japão Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

10/05/2021 14h09

Uma Ferrari F40 foi completamente destruída por um incêndio no Japão no último sábado. O carro, que teve apenas 1.315 unidades produzidas entre os anos de 1987 e 1992, foi quase que completamente consumido pelas chamas.

Imagens e vídeos mostram que o corpo de bombeiros bem que tentou, mas não conseguiu extinguir as chamas a tempo de ainda salvar algo do modelo, que foi criado especialmente para comemorar os 40 anos da fabricante de Maranello.

O veículo curiosamente foi estrela de um dos momentos mais memoráveis do ex-presidente Fernando Collor de Mello, que guiou em outubro de 1990 uma unidade do carro entre a Granja do Torto e a Casa da Dinda. Com fama de playboy, ele aproveitou a vinda do carro para o Brasil para o Salão do Automóvel e acabou dando uma conferida.

Com motor 2.9 litros V8 turbo, a F40 é capaz de gerar 475 cv de potência e 58,8 kgfm de torque, o que a faz ir de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos.