PUBLICIDADE
Topo

Mustang Mach 1: Ford traz nova versão do esportivo ao Brasil por R$ 499 mil

José Antonio Leme

do UOL, em São Paulo (SP)

16/04/2021 11h00

A Ford está aposentando o Mustang Black Shadow no Brasil. Para a tristeza da concorrência, isso não significa o fim do muscle car no País, mas sim a substituição do modelo pelo Mach 1, reedição de um nome que fez muito sucesso na gama do esportivo americano nos anos 1970.

Por R$ 499.000, o Mach 1 chega às lojas para ocupar o espaço do Black Shadow que, por sua vez, tinha vindo para ocupar o espaço do Mustang GT "normal". O lado ruim dessa mudança é o aumento substancial de preço. O Black Shadow custava R$ 396.900. A justificativa, além das novidades mecânicas, está na cotação do câmbio do dólar.

Visualmente, o Mach 1 tem novos para-choque dianteiro, grade e rodas com desenho exclusivo. Uma homenagem ao Mach 1 original são os orifícios no meio da grade do motor. No caso original eram faróis auxiliares, mas

Além disso, o Mach 1 virá em oito opções de cores. Como no original, todas têm uma faixa preta mais larga transpassando o carro. Quatro delas têm detalhes na cor laranja, inclusive a Cinza Dover - cor de lançamento - e as demais na cor branca.

Por dentro, os bancos de couro tem a mesma padronagem do Mach 1 original, no painel há um plaqueta lembrando que se trata de uma série especial com o número do chassi e soleiras com o nome da versão que são iluminadas e acompanham a escolha de cor para o interior entre as oito disponíveis.

Ford Mustang Mach 1 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Mecânica melhorada

Sob o capô, o Mach 1 oferece o já conhecido Coyote V8 5.0 naturalmente aspirado. Mas o motor entrega 483 cv agora e 56,7 mkgf. São 17 cv a mais do que o Black Shadow. Além disso, o câmbio automático de dez marchas tem um novo conversor de torque. Segundo a Ford, isso representa respostas mais rápidas.

A Ford espera que o cliente do Mach 1 faça uso do carro em pista, como em track days. Por isso ele ganhou uma série de melhorias de outras séries do Mustang, como o Bullitt e os Shelby GT 350 e GT 500.

Do Bullitt vieram as barras anti-torção de maior diâmetro e a caixa aberta do filtro do ar. Do GT 350 veio o coletor de admissão de ar, corpo de borboletas do acelerador maiores e novo sistema de arrefecimento do motor.

Do Shelby GT 500, as melhorias são o sistema de escapamento com ponteira perfurada nas laterais, difusor traseiro no para-choque, novas buchas para a suspensão traseira, que está mais rígida, e um novo radiador para arrefecimento do diferencial traseiro em uma das extremidades do para-choque dianteiro.

Como potência não é nada sem controle, a Ford adotou novas pastilhas de freio, que segundo a marca, melhoram o desempenho dos freios Brembo no uso em pista. A suspensão com ajuste automático por compressão magnética recebeu uma nova calibração.

Com todas essas novidades, o Mach 1 acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e mantém a velocidade limitada eletronicamente de 250 km/h.

Ford Mustang Mach 1 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Equipamentos

O Mustang Mach 1 vem com um pacote que a gente já conhece do Black Shadow. Isso representa o painel virtual de 12" com modos para uso em pista que reduz as informações, oito airbags, controles de tração, estabilidade e de largada.

Foram mantidos os sete modos de condução: normal, molhado, esportivo, esportivo+, pista, arrancada (drag) e personalizável. Eles alteram as respostas da direção, acelerador e câmbio, o nível de intervenção do ESP e do ABS, a dureza dos amortecedores e o som do escapamento. Há também o Line Lock, que bloqueia os freios dianteiros sozinho para fazer o "borrachão".

Há ainda a frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres, leitor de manutenção de faixa com correção e controle de velocidade adaptativo (ACC). A central multimídia Sync 3 tem integração a Android Auto e Apple CarPlay e som Bang&Olufsen.

Completam o pacote a câmera de ré, farol alto automático, assistente de partida em rampa, sensores de pressão dos pneus, de chuva e luminosidade.

FordPass

O novo Mustang Mach 1 chega também com o sistema Ford Pass Connect, que até então estava disponível apenas para o Territory e a Ranger. Entre as funções que podem ser comandas pelo aplicativo de smartphone estão acesso a telemetria do carro, dados e consumo, agendamento de revisão, abertura das portas, partida remota com climatização, alerta de acionamento do alarma e localização.

Ford Mustang Mach 1 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação