PUBLICIDADE
Topo

Citroën testa no Brasil três novos modelos para "mercados emergentes"

Novo C3 em teste no RJ - Gessner Motors
Novo C3 em teste no RJ Imagem: Gessner Motors

Do UOL

Em São Paulo (SP)

06/01/2021 10h44

A Citroën está desenvolvendo no Brasil e na Índia sua nova gama de modelos para o segmento B, com foco em mercados emergentes. Em parceria com a indiana Tata Motors, a marca francesa pretende substituir com novos modelos os atuais C3 e C3 Aircross, fazendo com que os carros fiquem logo abaixo do C4 Cactus.

Os modelos - que serão três: um hatch, um SUV e um crossover - devem ser lançados neste ano ainda na Índia e no Mercosul. Todos utilizarão a plataforma CMP. Na América do Sul, os três modelos serão fabricados no Brasil.

O Instagram Gessner Motors publicou recentemente a foto de um flagra do novo C3 com camuflagem em Barra Mansa, no Rio de Janeiro.

De acordo com o Autoblog argentino, a estratégia da Citroën é se posicionar de forma mais clara no segmento de veículos mais acessíveis, para competir com outros modelos de baixo custo. Assim, a linha Citroën tanto na Índia quanto no Mercosul deverá diferir da família de modelos que são oferecidos na Europa.

Além de compartilhar a plataforma CMP com o novo Peugeot 208 feito na Argentina, os modelos da Citroën deverão ter o motor 1.6 de 16v e 115 cv de potência, com opção de câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis marchas.

Porém, com a fusão Stellantis começando a operar a partir deste mês, não se descarta que também que algum veículo possa incorporar o conjunto mecânico de algum Fiat.