PUBLICIDADE
Topo

VW T-Cross PCD tem vendas suspensas por alta demanda e novas regras

Quem quiser um T-Cross PCD vai ter de esperar - Divulgação
Quem quiser um T-Cross PCD vai ter de esperar
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

04/11/2020 14h35

Resumo da notícia

  • T-Cross Sense teve vendas retomadas nos últimos meses
  • Unidades já encomendadas devem ser entregues até o fim do ano
  • Marca admite que novas regras em SP também motivaram decisão

A Volkswagen decidiu suspender temporariamente as vendas do T-Cross Sense, versão voltada para atender ao público PCD.

"Todo o volume previsto para PCD foi atingido e decidimos suspender as vendas. As unidades que já foram encomendadas devem ser entregues até o fim do ano, mas algumas devem ficar para janeiro e fevereiro de 2021", afirmou Gustavo Schmidt, vice-presidente de Vendas e Marketing da Volkswagen.

Novas regras também influenciaram

A fabricante afirmou que a mudança nas regras de isenções para veículos PCD em São Paulo também motivou a decisão.

Em outubro, a Assembléia Legislativa aprovou o texto do projeto de lei 529/2020, que determina o endurecimento das regras para compra deste tipo de carro.

Assim, benefícios como a isenção do IPVA devem ser aplicados apenas a portadores de deficiências físicas severas ou profundas. Veículos utilizados no transporte de pessoas impossibilitadas de dirigir, como deficientes visuais ou mentais, também seguirão usufruindo das isenções.

O texto aprovado na Alesp determina que esses carros deverão ser identificados por um adesivo com os dizeres "uso exclusivo para transporte de pessoa com deficiência" e precisarão passar por uma inspeção anual

Os automóveis que já foram adquiridos com isenção de IPVA precisarão ser recadastrados para manter a isenção. Além disso, o abatimento sobre o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) foi limitado a 18%.

O texto segue agora para aprovação do governador do Estado, João Doria (PSDB).