PUBLICIDADE
Topo

Carro mais veloz do mundo não tem marca oficializada após análise; entenda

SSC Tuatara quebra recorde de velocidade - Divulgação
SSC Tuatara quebra recorde de velocidade Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

03/11/2020 14h14

Depois de conseguir a marca de veículo mais veloz do mundo nos arredores de Nevada, nos Estados Unidos, há algumas semanas, o SSC Tuatara terá que refazer sua tentativa de recorde de velocidade. Isso ocorre após matemáticos analisarem imagens de vídeo do SSC e chegarem à conclusão de que a maior velocidade que o modelo pode ter alcançado é de 402 km/h em vez dos 532 km/h divulgados.

A SSC, por seu CEO Jerod Shelby, divulgou um comunicado explicando que houve uma confusão entre o vídeo e os dados do GPS quando o clipe foi editado. E para acabar com o problema, ele prometeu que a montadora irá repetir a tentativa "em um futuro próximo."

Shelby disse que sua equipe teve "as mesmas dúvidas" revendo os vídeos. "Estávamos vendo velocidades diferentes para a mesma tentativa. E quanto mais olhávamos e quanto mais tentávamos analisar, mais nos preocupávamos. Havia dúvidas na relação entre o vídeo e o GPS".

A SSC disse que usou 15 satélites e a empresa austríaca Dewetron para registrar a tentativa, mas a Dewetron divulgou um comunicado dizendo que não teve envolvimento oficial no registro.

Nesta nova tentativa, a SSC afirmou que tudo será monitorado por "várias empresas de GPS" com representantes de cada marca no local, para garantir que a tentativa seja registrada com a maior precisão possível.

O motor do Tuatara é um V8 biturbo de 5,9 litros, que gera 1.750 cv e 176,9 kgfm de torque.