PUBLICIDADE
Topo

Como Velozes e Furiosos usou picape disfarçada de cofre em perseguição

Cena do cofre em Velozes e Furiosos 5 - Reprodução
Cena do cofre em Velozes e Furiosos 5 Imagem: Reprodução

Do UOL

Em São Paulo (SP)

02/10/2020 10h33

Uma das cenas mais marcantes da franquia Velozes e Furiosos é quando Vin Diesel e Paul Walker rebocam com dois Dodge Chargers pretos o cofre de um banco no Rio de Janeiro, em Velozes e Furiosos 5. O momento conta com aproximadamente dez minutos no filme, resultando em bastante estrago e muita ação.

Mas algo que não era de conhecimento do público geral foi revelado recentemente por Craig Lieberman, consultor técnico da franquia. Sete cofres foram utilizados para fazer a cena, com um deles sendo um veículo guiável. Ele era nada menos que uma picape GM envolto em uma caixa de aço e placas de metal.

De acordo com o consultor, dirigir o veículo era um desafio devido ao fato que ele não recebia nenhum fluxo de ar. Isso foi um grande desafio de acordo com Jack Gill, coordenador de dublês do filme, já que assento e volante chegavam a 87°C. O dublê responsável, Henry Kingi, quase desmaiou por vezes.

Assim, uma solução engenhosa foi pensada. O carro foi forrado com gelo seco, com o dublê utilizando um capacete que puxava ar fresco de fora para que ele pudesse respirar.

De fato, a maior parte do trabalho do cofre foi feita sem efeitos especiais e nas ruas de Porto Rico, especialmente adaptadas para parecer o Rio de Janeiro. Cada cofre possuía construção diferente para ser utilizado em momentos distintos.

Confira mais no vídeo abaixo (em inglês):