PUBLICIDADE
Topo

Covid: encontro de motos infecta 260 mil e gera R$ 65 bi de gasto médico

Encontro de motos na Dakota do Sul infecta 260 mil com Covid-19 - Divulgação
Encontro de motos na Dakota do Sul infecta 260 mil com Covid-19 Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

09/09/2020 11h16

Mesmo com a pandemia de coronavírus, um encontro anual de motos nos Estados Unidos ocorreu nos mesmos moldes que acontecia até o ano passado. Realizado de 7 a 16 de agosto em Sturgis, na Dakota do Sul, a celebração foi uma das maiores reuniões públicas no país desde o início da pandemia.

Agora, pouco menos de um mês depois do fim do evento, pesquisadores acreditam que 260 mil novos casos de Covid-19 tenham decorrido do encontro, o que gerou um custo médico de cerca de US$ 12,2 bilhões (cerca de R$ 65 bi na conversão atual), de acordo com o site Yahoo.

O encontro não só ocorreu, como também não seguiu as orientações de segurança dos epidemiologistas quanto a distanciamento social, uso de máscaras e reuniões em ambientes fechados. O evento teve ainda a presença de celebridades, como a banda Smash Mouth. Seu líder, Steve Hardwell, chegou a dizer: "agora estamos todos juntos esta noite. E estamos sendo humanos mais uma vez. F...-se essa m... de COVID." Confira:

Pesquisadores estimam que cerca de 19% dos 1,4 milhões de casos de Covid-19 entre 2 de agosto e 2 de setembro - exatamente 266.796 no total - tiveram início no encontro. Ainda de acordo com eles, cerca de 60% das pessoas da cidade era à favor do adiamento do evento, entretanto grande parte deste número acabou comparecendo, tendo como base dados de telefones celulares.

Ainda assim, dois fatores impediram o espalhamento de ser ainda pior: a maior parte do evento ser ao ar livre e a baixa densidade populacional da Dakota do Sul. Entretanto, o estado viu um aumento de 35% no número de casos Covid-19 depois do encontro.