PUBLICIDADE
Topo

Honda anuncia recall para 35 mil carros por problemas com 'airbags mortais'

Honda CR-V 1997 - Divulgação
Honda CR-V 1997 Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

01/07/2020 15h13

A Honda anunciou nesta quarta-feira um chamado para proprietários de quatro modelos diferentes para a substituição do insuflador do airbag. O recall envolve 34.937 veículos, são eles o Civic (feito de 1996 a 2000), o Accord (1997 a 1999), o CR-V (1997 a 2000) e o Odyssey (1997).

De acordo com a Honda, no caso de uma colisão frontal de intensidade moderada ou severa na qual o acionamento do airbag é esperado, "poderá haver o rompimento da estrutura do insuflador e, eventualmente, ocasionar a projeção de fragmentos metálicos no interior do veículo".

Em outras situações é possível que a bolsa do airbag não seja inflada de maneira correta, perdendo sua funcionalidade.

As peças em questão foram fornecidas pela Takata, que já reconheceu erro no projeto há alguns anos em escândalo mundial que ficou conhecido como 'airbags mortais'. Os defeitos podem ocasionar danos materiais e lesões graves ou fatais aos ocupantes do veículo e a terceiros.

Os atendimentos irão se iniciar no dia 10 de julho. A Honda disponibiliza seu site (www.honda.com.br/recall) para consulta de necessidade de reparo. O agendamento para o serviço pode ser feito pela internet, ou pela sua central de atendimento ao cliente da montadora no telefone 0800 701 3432 (segunda a sexta-feira, das 08h às 20h e sábado, das 09h às 14h - horário de Brasília).