PUBLICIDADE
Topo

Colecionador de carrões, influenciador é preso por fraude de R$ 2,3 bi

Influenciador Hushpuppi é preso - Reprodução
Influenciador Hushpuppi é preso Imagem: Reprodução

Do UOL

Em São Paulo (SP)

30/06/2020 13h09

O influenciador digital Raymond "Hushpuppi" Abbas de 38 anos - com mais de 2,4 milhões de seguidores no Instagram - foi preso na última semana pelo FBI acusado de crimes financeiros envolvendo "lavagem de dinheiro, fraude cibernética e golpes" que movimentaram cerca de US$ 430 milhões (cerca de 2,3 bilhões) de acordo com a publicação The Independent.

Incorporador de imóveis, ele era colecionador de carros além de ser coach do tipo que vende programas de várias etapas para que as pessoas construam riqueza. Sua conta no Instagram é recheada de fotos com carrões de marcas como Rolls-Royce, Bugatti, Ferrari e Lamborghini.

A frota era pouco condizente com sua ocupação, e ainda mais pelo fato de o influenciador ter começado sua carreira vendendo roupas usadas em Lagos, na Nigéria.

Além dele, onze outras pessoas foram presas. No momento da prisão, Abbas tinha US$ 37 milhões (R$ 200 milhões) em dinheiro em seu apartamento. O influenciador era a "isca" da quadrilha, que aproveitava sua exposição e influência para roubar dados de pessoas.

"Os suspeitos visavam vítimas no exterior, criando sites falsos para empresas e bancos conhecidos, em uma tentativa de roubar informações do cartão de crédito das vítimas e depois lavar o dinheiro roubado", disse o diretor de investigação da polícia de Dubai, Jamal Salem Al Jallaf.

Abbas será extraditado para a Nigéria para ser julgado. Sua coleção de veículos deverá ter como destino leilões em Dubai.