PUBLICIDADE
Topo

VW Nivus chega em junho; SUV médio Tarek estreia até o fim do ano

Lançamento mais importante da VW em 2020, Nivus estreia em junho - Divulgação
Lançamento mais importante da VW em 2020, Nivus estreia em junho
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/04/2020 11h37

Resumo da notícia

  • Nivus inaugura categoria de SUVs cupês compactos no mercado brasileiro
  • "Projeto Tarek" chega até dezembro para encarar Jeep Compass
  • Empresa vai retomar atividades no país no dia 18 de maio

O Volkswagen Nivus será lançado no final de junho. Foi o que afirmou o CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si.

"O lançamento será no final de junho e já havíamos planejado um lançamento digital antes de tudo isso. Depois disso, em maio, realizaremos uma intensificação de ações digitais até a estreia", declarou.

Di Si também comentou sobre o VW Play, central multimídia que será um dos principais diferenciais do Nivus.

"O VW Play que foi desenvolvido por engenheiros brasileiros. Hoje cedo dirigi o carro pela fábrica e fiquei um tempo 'brincando' com o VW Play. Nossa intenção é fazer com que o consumidor escolha como vai utilizar a central multimídia, inclusive pareando com seu smartphone e utilizando aplicativos. Seu funcionamento é muito rápido e simples".

Tarek até o fim do ano

Volkswagen Tarek - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Tarek estreia no Brasil em 2020 com produção na Argentina; vai disputar clientes com Jeep Compass
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

O Nivus não será o único SUV a estrear no país neste ano. Di Si revelou que o "projeto Tarek" chega ao Brasil até o fim de 2020. O utilitário esportivo, inclusive, não deve ser igual ao modelo de mesmo nome que já é vendido na China como Tharu.

Protótipos já estavam sendo testados na Argentina e no Brasil antes da pandemia do coronavírus.

Retomada da produção em maio

Já a retomada das atividades na VW acontecerá no dia 18 de maio sob alguns cuidados.

"Nós voltaremos com as três fábricas em 18 de maio em um turno só. Já estamos tomando diversas medidas de prevenção, como distanciamento na linha de produção. Nos restaurantes estamos realizando a distribuição de máscaras e luvas nos restaurantes e criamos turnos para distribuir as mesas com no máximo duas pessoas durante as refeições. E a temperatura de todos os funcionários está sendo medida antes da entrada no prédio", afirmou Pablo.

O executivo se mostrou preocupado em obter um equilíbrio entre demanda e produção de veículos no período pós-pandemia.

"Vamos começar lentamente com um turno por fábrica e produzindo de acordo com a demanda. Podemos acelerar ou não a produção, e é fundamental não produzir estoques a mais para não estabelecer uma guerra de preços (entre as montadoras). Ou seja, entender a demanda vai ser difícil porque ninguém sabe como será o mercado em maio e junho. Quem vai determinar o aumento de preços vai ser o consumidor. Vamos produzir menos a um custo fixo um pouco menor e vamos precisar de flexibilidade em todas as cadeias. Pra mim o mais importante é equilibrar a demanda com a produção".