PUBLICIDADE
Topo

Ferrari F40 está à venda na Argentina por mais de R$ 10 milhões

Mito dos anos 80, Ferrari F40 teve pouco mais de 1.300 unidades produzidas - Reprodução/Maranello Service
Mito dos anos 80, Ferrari F40 teve pouco mais de 1.300 unidades produzidas
Imagem: Reprodução/Maranello Service

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/04/2020 10h43

Resumo da notícia

  • Clássico é importado por empresa argentina especializada em Ferraris
  • Superesportivo teve pouco mais de 1.300 unidades fabricadas
  • Registros indicam existência de outras duas F40 rodando na Argentina

A Ferrari F40 é um dos superesportivos mais cobiçados por colecionadores de todo o mundo. Justamente por isso é que é tão difícil encontrar um exemplar à venda. Porém, uma unidade está anunciada na Argentina por uma loja especializada em modelos da Ferrari.

Trata-se do veículo com chassis número 85574 anunciado pela Maranello Service. Segundo informações do site "Argentina Autoblog", a empresa, que comercializa apenas clássicos da marca italiana, foi a primeira a aproveitar o novo regime de importação de automóveis antigos estabelecido em 2018. As regras facilitam a entrada de veículos usados com mais de 30 anos de fabricação e valor superior a US$ 12 mil.

A F40 trazida para a Argentina estava na Itália e tem apenas 10.300 quilômetros rodados. É acompanhada de um certificado de autenticidade emitido pela Ferrari Classiche, divisão de veículos antigos da própria Ferrari que atesta a originalidade do carro.

Só para lembrar, a F40 tem um motor 2.9 V8 biturbo com 480 cv e 58,8 kgfm. Números divulgados na época de seu lançamento indicavam aceleração de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos e velocidade máxima de 324 km/h.

Quer pagar quanto?

Comprador vai precisar desembolsar mais de R$ 10 milhões pela F40 - Reprodução/Maranello Service
Comprador vai precisar desembolsar mais de R$ 10 milhões pela F40
Imagem: Reprodução/Maranello Service

Só que não vai ser nada barato levar essa raridade para casa. Ainda segundo o "Argentina Autoblog", o valor pedido pela Maranello Service é de "pouco mais de US$ 2 milhões", ou mais de R$ 10 milhões em conversão direta.

Caso permaneça em solo argentino, esta F40 seria a terceira registrada no país vizinho. No Brasil, há apenas um exemplar está emplacado. De vez em quando, o carro faz aparições surpresa em eventos de carros superesportivos e clássicos por aí.

Errata: o texto foi atualizado
O motor da Ferrari F40 é um 2.9 V8 biturbo, e não 2.0 V8, como havia sido digitado de forma equivocada. Informação corrigida.