PUBLICIDADE
Topo

Ford Ranger vira novo carro do exército argentino; veja o que mudou

Picapes foram transformadas por concessionária da Ford em Buenos Aires - Reprodução/Argentina Autoblog
Picapes foram transformadas por concessionária da Ford em Buenos Aires
Imagem: Reprodução/Argentina Autoblog

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

07/04/2020 12h50

Resumo da notícia

  • Ranger venceu concorrência da arquirrival Toyota Hilux
  • Lote de veículos foi preparado por concessionária Ford
  • Motor 3.2 turbodiesel de 200 cv e tração 4x4 são originais de fábrica

A Ford Ranger é o novo carro do exército da Argentina. A picape venceu a arquirrival Toyota Hilux na disputa para substituir os velhos Mercedes-Benz Classe G, que prestam serviço para as Forças Armadas de lá desde meados dos anos 70.

A concorrência para servir o exército argentino começou no fim de 2018, quando o governo abriu concorrência entre montadoras e preparadoras.

A Ranger Militarizada é um projeto realizado pela concessionária Ford Igarreta, localizada em Buenos Aires. Fundada em 1945, a revenda se especializou em veículos Ford em 1979. Desde então, a empresa realiza modificações para usos específicos, incluindo viaturas, ambulâncias e serviços gerais como limpeza de vias.

Quais foram as alterações?

Feito sobre a versão XLS 3.2 diesel com câmbio manual de seis marchas, o veículo militar passou por uma série de mudanças visuais e estruturais. Ganhou nova suspensão traseira, baú na caçamba, suporte para armas, luzes auxiliares, proteções externas, sistema elétrico reforçado e rádio comunicador.

Caçamba original foi trocada por estrutura com suportes para armas e outros itens - Reprodução/Argentina Autoblog
Caçamba original foi trocada por estrutura com suportes para armas e outros itens
Imagem: Reprodução/Argentina Autoblog

Nenhuma alteração foi realizada no motor 3.2 turbodiesel de 200 cv e 47,9 kgfm de torque máximo. A transmissão é manual de seis marchas e a tração nas quatro rodas também é original de fábrica, como indica a ficha técnica no site do Exército argentino.

Desenvolvimento especial

Em entrevista ao site "Argentina Autoblog", o gerente de engenharia da Igarreta, Javier Ventura, afirmou que as mudanças são restritas para uso militar.

"Não existe aplicação direta para o mercado particular. Essas alterações poderiam ser adaptadas apenas para clientes especiais, como mineradoras ou empresas petrolíferas. Estamos trabalhando em conjunto com a Ford Argentina no desenvolvimento de acessórios adequados para o consumidor final, seguindo os padrões adotados pela Ford no resto do mundo", declarou.

O primeiro lote de dez unidades já foi entregue e os veículos serão utilizados por profissionais da área de saúde no transporte de medicamentos e atendimento a vítimas do coronavírus em áreas de difícil acesso.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

Avaliação: Ford Ranger XLT 2020 combina valentia e conforto; assista

UOL Carros