PUBLICIDADE
Topo

Carros vendidos nos países vizinhos que os brasileiros não podem comprar

Enquanto o Brasil tem a Ranger Storm, a Argentina conta com a Ranger Raptor, que é importada da Tailândia e traz suspensões e chassi reforçados - Divulgação
Enquanto o Brasil tem a Ranger Storm, a Argentina conta com a Ranger Raptor, que é importada da Tailândia e traz suspensões e chassi reforçados
Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/04/2020 04h00

Maior mercado automotivo da América do Sul, o Brasil exporta para vários países do continente, que compram de nós modelos como Chevrolet Onix, Volkswagen Gol e Fiat Argo.

Ao mesmo tempo, mercados vizinhos comercializam oficialmente carros que aqui estão indisponíveis ou já saíram de linha - para comprá-los, é necessário apelar para importação independente, sem garantia de fábrica.

Apesar da grave crise econômica, que fez as vendas de veículos despencarem, sem mencionar o coronavírus, a Argentina é um exemplo: lá, a variedade de marcas e modelos é de fazer inveja aos brasileiros - embora poucos hoje possam comprá-los na terra de Diego Maradona.

Também há casos de veículos fabricados no Brasil que têm versões específicas para exportação. O Onix RS, por exemplo, é produzido no Rio Grande do Sul e acaba de estrear na Colômbia. Ao menos por ora, essa configuração não integra a gama do hatch compacto em nosso país.

Confira abaixo detalhes desse e de outros exemplos.

Ranger Raptor

Divulgação
Imagem: Divulgação

A Ford acaba de lançar no Brasil a Ranger Storm, versão que se diferencia de outras já disponíveis apenas na parte visual - vendida a partir de R$ 150,2 mil, traz o já conhecido motor 3.2 turbodiesel de 200 cv e 47,9 kgfm, tração 4x4 e câmbio automático de seis marchas.

Já os vizinhos da Argentina podem comprar a Ranger Raptor, versão verdadeiramente off-road da picape média. Importado da Tailândia, o modelo é comercializado no país por US$ 52.990 (R$ 282,2 mil na cotação da última sexta).

É equipada com motor 2.0 biturbo a diesel de 213 cv e 50,1 kgfm, gerenciado por uma variação do câmbio automático de dez marchas do Ford Mustang. Conta com suspensões e chassis reforçados, amortecedores Fox e pneus todo-terreno de 17 polegadas.

Chevrolet Onix RS

Reprodução
Imagem: Reprodução

Lançada no Brasil em novembro, a nova geração do Chevrolet Onix perdeu a versão de visual esportivo Effect - substituída por um kit de acessórios disponível para qualquer versão, que sai por aproximadamente R$ 4.000 nas concessionárias.

O pacote de personalização inclui saias laterais, spoilers dianteiros e traseiros e pintura escurecida nas rodas de liga leve aro 16 ou 17.

Na Colômbia, a versão "esportivada" Onix RS recentemente começou a ser comercializada por 57,36 milhões de pesos colombianos, o que corresponde a cerca de R$ 74,6 mil.

Traz o mesmo motor 1.0 turbo de 116 cv e três cilindros a gasolina das demais configurações, sempre acompanhado da transmissão manual de seis marchas.

Divulgação
Imagem: Divulgação

O Onix RS possui detalhes exclusivos, como rodas de 16 polegadas com pintura preta brilhante, retrovisores externos com mesmo acabamento, faróis com máscara negra, lanternas escurecidas e saias laterais.

No interior, tem saídas de ar com contorno vermelho e volante, manopla do câmbio e bancos com detalhes na mesma cor.

O Onix RS vendido na Colômbia é fabricado em Gravataí (RS), indicando que é provável sua estreia no Brasil no futuro. Uma unidade produzida na fábrica gaúcha foi flagrada no ano passado.

Toyota 86

Divulgação
Imagem: Divulgação

A Toyota chegou a importar para o Brasil há alguns anos poucas unidades do cupê 86, então chamado de GT86, e chegou a anunciar a intenção de vender o esportivo aqui - algo que nunca se concretizou.

Ao mesmo tempo, os clientes argentinos e peruanos podem adquirir o modelo, que traz sob o capô motor 2.0 aspirado boxer, com pistões contrapostos e capaz de render 205 cv e 20,9 kgfm.

Para aumentar a dose de diversão, a tração é sempre traseira e o Toyota 86 está disponível nesses mercados com câmbio manual de seis velocidades - há, também, a opção de caixa automática de seis marchas.

No Peru, os preços começam em US$ 36.790, valor correspondente a R$ 196 mil no câmbio da sexta passada.

Volkswagen Touareg

Divulgação
Imagem: Divulgação

Quando chegou à terceira geração, o Volkswagen Touareg, SUV de luxo da marca alemã, deixou de ser importado para o Brasil - onde o modelo cotado para substituí-lo é o Atlas Cross Sport, importado dos Estados Unidos e cujos desenhos industriais já foram registrados aqui.

Muito mais tecnológico, o novo Touareg segue à venda em mercados vizinhos, como Argentina, Chile, Equador, Paraguai e Peru. É vendido na Argentina com motor 3.0 turbodiesel de 258 cv, mais câmbio automático de oito marchas e tração integral 4Motion.

Traz itens como bancos dianteiros elétricos e aquecidos, painel de instrumentos 100% digital, suspensão a ar, assistente de estacionamento semiautônomo e rodas de liga leve de 18 polegadas. O preço no mercado argentino: US$ 148.250 ou cerca de R$ 790 mil.

Honda Ridgeline

Divulgação
Imagem: Divulgação

No Brasil, a Fiat Toro, com sua carroceria monobloco e porte mais para médio do que compacto, é um sucesso de vendas. Pois a Honda tem um modelo com essas características em alguns mercados da América do Sul, como Chile, Paraguai e Uruguai: trata-se da Ridgeline.

Importada dos Estados Unidos, a picape é derivada do SUV grande Pilot e conta com motor 3.5 V6 a gasolina, capaz de render 280 cv e 35,7 kgfm de torque, administrados pela transmissão automática de seis marchas. A tração é integral.

Mede 5,33 m de comprimento e 1,98 m de altura e sua capacidade de carga é de 692 kg. A configuração para os países citados traz rodas de liga de alumínio de 18 polegadas. No Chile, o preço é tabelado em US$ 29.990 (R$ 159,7 mil), sem incluir impostos.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.