PUBLICIDADE
Topo

Líder de carreata pró-Bolsonaro em MT é preso por dirigir carro clonado

Divulgação/PM
Imagem: Divulgação/PM

Daniel Leite

Colaboração para o UOL

31/03/2020 18h34

Um homem que liderou uma carreata em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último sábado (28), na cidade de Rondonópolis (MT), foi preso por dirigir um carro roubado e clonado durante a manifestação a favor da volta ao trabalho e contra a quarentena imposta por vários estados durante a pandemia de coronavírus.

A prisão do homem de 38 anos e de sua mulher de 33 ocorreu ontem, após a Polícia Militar receber uma denúncia anônima sobre a irregularidade de um Chevrolet Onix após a participação do veículo na carreata.

Na abordagem dos oficiais, no centro da cidade, a mulher dirigia o veículo. Depois de verificarem o chassi, os policiais confirmaram que ele pertencia a um carro com outra placa. Na checagem feita pelos oficiais, foi constatado que o Onix liderou a fila da carreata do último sábado.

Segundo a polícia, que divulgou imagens comparando os dois veículos com a mesma placa, o automóvel foi roubado no dia 04 de julho de 2018 na capital, Cuiabá, a 215 km de Rondonópolis.

Divulgação/PM-MT
Imagem: Divulgação/PM-MT

A suspeita foi levada para a delegacia onde, em seguida, compareceu o marido, que alegou ser o dono do Onix. Ele admitiu participação na carreata de sábado e afirmou que a esposa não esteve no ato.

Mas, como dirigia o veículo na hora da abordagem, ela recebeu voz de prisão pelo crime de receptação - assim como o marido.

No interior do carro havia, segundo a polícia, um equipamento de som potente com dois alto falantes, painel com dois twiter, duas cornetas, dois módulos de som, um inversor, processador, mesa de som, toca cd e duas baterias. O suspeito disse que instalou a aparelhagem depois que comprou o Onix.