PUBLICIDADE
Topo

Carreata pró-Bolsonaro: conheça SUVs e carros de luxo que causaram polêmica

Manifestante segura bandeira do Brasil do lado de fora do teto solar de um Hyundai Genesis 2013 no protesto de ontem em Curitiba (PR); preço de carros usados na carreata gerou ironias - EDUARDO MATYSIAK/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Manifestante segura bandeira do Brasil do lado de fora do teto solar de um Hyundai Genesis 2013 no protesto de ontem em Curitiba (PR); preço de carros usados na carreata gerou ironias
Imagem: EDUARDO MATYSIAK/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

28/03/2020 15h26

A carreata realizada na tarde de ontem em Curitiba (PR), reivindicando a reabertura do comércio na cidade, rendeu críticas de internautas, que viralizaram nas redes sociais.

O alvo das ironias foram os SUVs e alguns carros considerados de luxo nos quais estavam alguns dos manifestantes, apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido). O presidente da República tem criticado as restrições à circulação de pessoas impostas por governos estaduais e prefeituras, por conta do coronavírus.

"Carreata em Curitiba. Prestem atenção nos carros do povo trabalhador que exige voltar ao trabalho", postou um internauta no Twitter.

Debates políticos e de saúde pública à parte, a manifestação de fato reuniu alguns modelos de veículos que a maioria dos brasileiros não tem condições de comprar. É o que mostra um vídeo da carreata que está circulando na internet.

Fotos e vídeo exibem Mercedes-Benz Classe C, Honda Civic, Jeep Compass e Renegade e Mitsubishi Eclipse Cross - cada um desses modelos, nas versões identificadas e zero-quilômetro, custa mais de R$ 100 mil.

Confira detalhes de alguns desses carros - UOL Carros confirmou versão e ano/modelo por conta das placas.

Vale dizer que também havia muitos modelos mais baratos na manifestação, com preços em torno de R$ 50 mil para baixo - como Volkswagen Voyage e Up e as antigas gerações do Hyundai HB20 e do Chevrolet Onix.

Hyundai Genesis 2012/2013

Hyundai Genesis 2012 2013 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O protesto teve, por exemplo, um raro Hyundai Genesis 2012/2013 preto, no qual uma manifestante apareceu com o corpo no lado de fora do teto solar, segurando a bandeira do Brasil. O exemplar visto na carreata, segundo a Tabela Fipe, custa em média R$ 86,3 mil no mercado de usados.

Importado apenas durante um breve período, o Genesis continua disponível em outros países e traz itens para rivalizar com sedãs de luxo alemães, como Mercedes-Benz Classe E, BMW Série 5 e Audi A6 - embora a Hyundai tenha o Equus, ainda mais luxuoso.

Equipado com motor 3.8 V6 de 290 cv, gerenciado pelo câmbio automático de oito marchas, o carrão abusa do conforto e dos equipamentos tecnológicos, sem contar o espaço interno.

Mede 4,97 m de comprimento e 2,93 m de distância entre-eixos e traz bancos elétricos, volante revestido de madeira, suspensão pneumática e retrovisor com câmera integrada.

Custava R$ 220 mil na época do lançamento, em 2012.

Honda Civic EXL 2019/2020

Honda Civic EXL 2020 2 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Outro carro que chamou a atenção dos críticos foi um Honda Cvic EXL 2019/2020 com pintura branca perolizada.

Equipado com motor 2.0 flex de 155 cv e transmissão CVT, é a segunda versão mais cara do sedã médio: novo, tem preço sugerido de R$ 114,1 mil e traz luxos como ar-condicionado digital de duas zonas, sistema de som de 180 W, sensor de chave e partida do motor por botão.

Usado, de acordo com a Fipe, o preço médio do Civic nessa configuração é de R$ 102.282.

Mitsubishi Eclipse Cross HPE-S 2018/2019

Mitsubishi Eclipse Cross HPE-S 2019 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

A carreata também contou com um Mitsubishi Eclipse Cross HPE-S 2018/2019 preto. Trata-se da versão de entrada do SUV médio, que, nova, custa R$ 151,5 mil - de acordo com a Fipe. Usado, considerando o ano/modelo 2018/2019, o preço médio é de 131.248.

O Eclipe Cross tem motor 1.5 turbo com injeção direta, somente a gasolina, e câmbio CVT com simulação de oito marchas, que traz paddle-shifters no volante. Segundo a Mitsubishi, são 165 cavalos e 25,5 kgfm de torque. Na versão que rodou no protesto, a tração é dianteira.

A lista de itens de série é bem recheada e inclui faróis full-LED, ar-condicionado de duas zonas com função automática e display digital, bancos elétricos dianteiros com aquecimento, controlador de velocidade automático adaptativo e head-up display colorido.

Jeep Compass Longitude 2018/2018

Jeep Compass Longitude Flex 2020 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Também participou da manifestação um Jeep Compass Longitude flex, ano/modelo 2018/2018. Zero-quilômetro, tem preço inicial de R$ 135.190 com a pintura branca perolizada do exemplar visto em Curitiba - sem incluir opcionais. Usado, custa em média R$ 95.330.

O motor é 2.0 bicombustível de 166 cv e 20,5 kgfm, com tração dianteira e câmbio automático de seis marchas com aletas no volante para trocas manuais.

Vem equipado de série com ar-condicionado automático de duas zonas, câmera traseira, rodas de liga leve de 18 polegadas, central multimídia de 8,4 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay e sistema de som com seis alto-falantes.

Chevrolet Onix Plus Premier 2019/2020

Chevrolet Onix Plus Premier 2020 - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Também marcou presença no protesto um Chevrolet Onix Plus Premier 2019/2020 com pintura "Azul Sleeker" e sem opcionais, que, zero-quilômetro, chega a R$ 77.640. Usado, sai por R$ 65.978, em média.

Apesar de ser considerado compacto e não um carro de luxo, o sedã é bem equipado e não custa pouco. Tem motor 1.0 turbo de 116 cv, câmbio automático de seis marchas, seis airbags, volante multifuncional, multimídia de sete polegadas com 4G dedicado e roteador Wi-Fi, carregador de celular sem fio, controle de velocidade de cruzeiro, partida sem chave e rodas de liga leve de 16 polegadas.

Atualmente, o Onix Plus é o segundo modelo mais vendido do Brasil, perdendo apenas para o Onix hatch,

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.