PUBLICIDADE
Topo

Bugatti ensina como juntar R$ 179 milhões em carros em uma só foto

Coleção da Bugatti no Château St. Jean em Molsheim, na França - Divulgação
Coleção da Bugatti no Château St. Jean em Molsheim, na França Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

20/03/2020 11h04

A Bugatti juntou alguns de seus carros mais raros e caros para uma foto no Château St. Jean em Molsheim, na França. O "encontro único" da marca francesa de carros de luxo incluiu os modelos Centodieci, Divo, La Voiture Noire, Chiron Sport, Chiron Pur Sport e Chiron Super Sport 300+.

O valor combinado de todos estes carros chega a nada menos que 33,15 milhões de euros (aproximadamente R$ 179 milhões). O La Voiture Noire é responsável por quase um terço do valor, já que atualmente é o carro mais caro do mundo, custando 11 milhões de euros (R$ 59,4 mi). Ele possui apenas uma unidade fabricada e tem motor 8.0 W16 que produz 1.500 cv.

O segundo mais caro é o Cientodieci, que custa 8 milhões de euros (R$ 43,2 mi) e tem apenas 10 unidades feitas. Ele tem 1.600 cv de potência, vai de 0 a 100 km/h em 2,4 segundos e chega a até 380 km/h. Descendo na escala do preço temos ainda o Divo, que custa 5 milhões de euros (R$ 27 mi), tem 1.500 cv e teve apenas 40 unidades fabricadas.

Já Chiron Sport, Chiron Pur Sport e Chiron Super Sport 300+ são os mais "baratinhos". No entanto, o último é o mais notável, pois foi o primeiro modelo de produção a atingir uma velocidade superior a 490 km/h na história. Com 1.600 cv, ele possui carroceria aerodinâmica otimizada que lhe permite alcançar tal desempenho. Sua produção será limitada a 30 unidades e as primeiras entregas só acontecem em 2021.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.