PUBLICIDADE
Topo

Chevrolet Joy Plus é "carro de Uber" que faz bonito fora do trabalho

Divulgação
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo

13/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Sedã mais barato da Chevrolet ganhou design do antigo Prisma
  • Apesar do visual antigo, Joy Plus ainda agrada
  • Motor 1.0 de 80 cv / 78 cv é suficiente para dar agilidade ao carro na cidade

Brasileiro adora dar apelido para todo mundo. Se você chama Francisco sabe que será Chico pelo resto da vida. Com o Joy Plus também vai ser assim: é difícil não chamá-lo de Prisma.

Acho bom se acostumar com esse nome novo, até porque será cada vez mais comum ver o Joy Plus por aí. As vendas devem aumentar ainda mais com o novo visual, que nem é tão novo assim: trata-se do mesmo design da reestilização feita no Onix em 2015.

Mesmo com quase cinco anos, o estilo ainda agrada por fora. Na versão Black, que custa R$ 54 mil, o sedã ganha as charmosas gravatinhas na cor preta, além de outros detalhes como capas dos espelhos retrovisores em preto brilhante.

Por dentro, o Joy Plus entrega o peso da idade, já que o interior é o mesmo desde 2012. O espaço interno é bom para quatro adultos, mas a posição de dirigir não é das melhores por conta do banco do motorista excessivamente alto (como em uma minivan), o que causa estranheza. O porta-malas acomoda generosos 500 litros.

Só o essencial

O Joy Plus não decepciona nem surpreende na lista de equipamentos.

De série, o sedã vem com ar-condicionado, direção com assistência elétrica, vidros elétricos nas portas dianteiras, travamento central das portas, indicador de trocas de marcha, aviso sonoro de faróis acesos e abertura interna da tampa do porta-malas. Não há sensores de estacionamento traseiros, então é bom ter atenção redobrada nas manobras.

A unidade avaliada por UOL Carros trazia uma central multimídia vendida como acessório na rede de concessionárias. Ela traz uma interface bem mais simples do que a central MyLink, embora traga as mesmas funções. Há até TV digital, que só exibe imagens quando o veículo está estacionado.

Motor competente

Nada mudou no motor 1.0 SPE/4 de 80 cv / 78 cv e 9,8 kgfm / 9,5 kgfm, substituído pelo novo 1.0 aspirado de três cilindros no Onix Plus.

O câmbio de seis velocidades possui engates suaves e é bem-vindo em um carro que exige constantes reduções de marcha para não perder o embalo em subidas.

Os números de consumo são bons: 8,7 km/l e 10,9 km/l com etanol e 12,9 km/l e 15,6 km/l se movido a gasolina.

Para todos os públicos

Bom de dirigir, espaçoso e econômico, o Joy Plus é uma opção competente para quem usa o carro para trabalhar como motorista de aplicativos de transporte, taxistas e frotistas.

São justamente essas qualidades que também fazem dele um carro interessante para quem precisa de um veículo familiar, mas não pode gastar tanto. Seja qual for seu caso, o sedã vale a compra.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

lançamentos e mercado