PUBLICIDADE
Topo

VW lança Polo GTS com 150 cv; preços do esportivo partem de R$ 99.470

Vitor Matsubara

Do UOL, em Mogi-Guaçu (SP)

23/01/2020 10h23

Resumo da notícia

  • Versão esportiva do hatch traz motor 1.4 turbo de 150 cv do T-Cross
  • Compacto tem detalhes na cor vermelha e rodas aro 17
  • Carro vai de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos e chega aos 207 km/h

A Volkswagen lançou hoje (23) o Polo GTS. O modelo traz de volta a icônica sigla GTS, que fez fama em modelos históricos da marca como Passat e Gol, a partir de R$ 99.470.

O hatch vem com o motor 1.4 turbo de 150 cv associado ao câmbio automático de seis marchas. Este conjunto é o mesmo de modelos como Jetta e T-Cross, e nenhum ajuste específico foi realizado para as versões esportivas.

A suspensão veio do Polo Highline e manteve a mesma altura livre do solo. De resto, a barra estabilizadora é 1 mm maior e a suspensão traseira traz um novo ajuste. Números divulgados pela Volkswagen indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos e velocidade máxima de 207 km/h.

O carro traz como opcionais o som Beats (R$ 2.400) e pintura metálica (R$ 1.570). O valor do Polo GTS completo sai por R$ 103.440.

Versão esportiva tem saída dupla de escapamento na traseira - Vitor Matsubara/UOL
Versão esportiva tem saída dupla de escapamento na traseira
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

O Virtus GTS, que traz o mesmo conjunto da versão esportiva do Polo, será lançado apenas em fevereiro.

Efeitos especiais

Da ponteira dupla de escapamento sai um ronco grave, mas que só pode ser ouvido do lado de dentro. Isso porque a VW inclui um sistema que emula o som grave na cabine. Este recurso está presente em vários esportivos da atualidade, como o próprio Jetta GLI. O som do Polo, porém, parece menos artificial.

Polo e Virtus GTS saem de fábrica em versão única e trazem itens como ar-condicionado, central multimídia com suporte a Android Auto e Apple CarPlay, rodas de liga leve, seletor de modos de condução, bancos esportivos revestidos em couro, volante multifuncional e computador de bordo. Não há teto solar, nem o convencional tampouco o panorâmico.

O estilo invocado inclui faróis com desenho exclusivo, grade dianteira com filete vermelho e logotipo GTS, para-choques com novas tomadas de ar e aerofólio traseiro. Por dentro, os bancos são envolventes e trazem acabamento exclusivo. Há ainda detalhes em vermelho em volta da manopla do câmbio e costuras aparentes na mesma cor no aro do volante e na coifa do câmbio.

Como anda

Antes de tudo é bom deixar claro que o Polo GTS não é um GTI. Parece óbvio, mas isso faz diferença e também justifica porque a VW não aplicou uma receita tão radical de esportividade no compacto.

Assim, o motor 1.4 TSI é o mesmo de carros como T-Cross e Jetta, bem como o câmbio automático de seis marchas. Porém, há algumas mudanças: o carro ganhou calibragens próprias de suspensão traseira e atuação do controle de estabilidade.

Tivemos um breve contato com o carro na pista e também na cidade. Em perímetro urbano, ele se mostrou muito confortável. A suspensão absorve muito bem as irregularidades do piso mesmo com as rodas de 17 polegadas.

O carro faz curvas com disposição e segurança, e é previsível - algo que você valoriza quando está andando no limite, como na pista.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

lançamentos e mercado