PUBLICIDADE
Topo

Na Garagem


Desenvolvida por Schumacher: como é a Ferrari que deixou Leonardo na mão

Leonardo empurra Ferrari que ficou sem gasolina - Reprodução/Instagram
Leonardo empurra Ferrari que ficou sem gasolina Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL

Em São Paulo (SP)

20/01/2020 10h59

O cantor sertanejo Leonardo fez uma publicação bastante curiosa em seu Instagram no último domingo. No vídeo, ele é visto empurrando uma Ferrari que, segundo ele, estava sem combustível.

"Rapaz, o que é que adianta ter Ferrari e não pôr gasolina? Essa desgraça", disse ele de maneira bem-humorada durante o vídeo. No momento, ele empurrava o carro enquanto outra pessoa guiava o automóvel.

A Ferrari que Leonardo precisou empurrar é uma 458 Italia, que no Brasil, de acordo com a Tabela Fipe, pode custar entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão dependendo do ano de fabricação.

Marque seu amigo que só anda na banguela #liso

Uma publicação compartilhada por Leonardo (@leonardo) em

Produzida entre 2009 e 2015, ela foi desenvolvida incorporando tecnologias do campo de testes mais glamoroso da fabricante: a Fórmula 1. Por sinal, nas pistas o modelo teve bastante sucesso, vencendo em 2012 e 2014 as 24 Horas de Le Mans na categoria GT, com a versão 458 Italia GT2 - derivada do modelo igual ao de Leonardo.

O interior do carro foi feito ao gosto do maior campeão da história da Fórmula 1, Michael Schumacher, com o volante incorporando vários controles, que em carros comuns estariam no painel.

"A 458 Italia é um projeto em que trabalhamos muito duro e na minha opinião com muito sucesso. Nele combinamos objetivos que eu, na minha experiência como piloto de Fórmula 1, considero surpreendentes", disse Schumacher, na apresentação do carro em 2009.

O motor do carro é um V8 de 4.5 litros, capaz de oferecer 570 cv de potência a 9.000 rpm. O torque da 458 Italia também não faz feio, ficando em 55,0 kgfm a 6.000 rpm. E, juntando este valor ao câmbio de dupla embreagem com sete marchas, o veículo faz a prova dos 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, chegando aos 339 km/h de velocidade final.

Além da performance do motor, o carro produz bastante downforce. Seu arrasto em altas velocidades é reduzido por duas aletas deformáveis presentes na grade dianteira do carro (visíveis no vídeo no qual Leonardo empurra o carro).

Desta forma, um dos maiores crimes que se pode cometer com uma máquina dessas é deixa-la sem combustível na rua. Mas, pelo carisma de Leonardo no vídeo, o melhor neste caso é perdoar e rir junto com ele.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.

Tabela Fipe

Você sabe quanto variou o preço do seu carro nos últimos meses?

Tradutor: Ferrari que deixou Leonardo na mão tem 570 cv e pode chegar a 339 km/h

Na Garagem