PUBLICIDADE
Topo

Carros elétricos


Dono da Tesla quer construir estradas subterrâneas só para carros elétricos

Túnel subterrâneo da The Boring Company - Divulgação
Túnel subterrâneo da The Boring Company
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

31/12/2019 11h33

Resumo da notícia

  • Elon Musk fez enquete sobre túnel subterrâneo que está construindo nos EUA
  • Empresário diz que túnel vai resolver problemas de congestionamento nas cidades
  • Serviço, porém, só poderia ser utilizado por donos de carros elétricos

Elon Musk não sabe brincar. Além da Tesla, o bilionário é dono de várias empresas, que promete transportar pessoas em altíssima velocidade por meio de tubos e até fazer turismo no espaço.

Uma de suas companhias é a The Boring Company (ou "A Empresa de Perfuração", em bom Português, embora o próprio Musk já tenha dito que o nome também brinca com o adjetivo "chato", outro significado da palavra "boring" em Inglês) cujo objetivo é criar um sistema de túneis subterrâneos para driblar congestionamentos. E parece que Musk está levando esta ideia muito a sério.

Recentemente, o empresário abriu uma enquete no Twitter perguntando se um "túnel super seguro a prova de terremotos" poderia ser a solução para o trânsito das grandes cidades. Das três respostas possíveis ("Certamente", "Talvez" e "Não, eu gosto de trânsito"), a maioria dos quase 1,5 milhão de votantes escolheu a alternativa "Certamente".

Musk ressaltou, porém, que as estradas subterrâneas seriam utilizadas apenas por veículos com emissão zero de poluentes. "Não se trata de uma solução que substituirá outros meios de transporte, mas sim um complemento a eles", afirmou.

Até agora, as obras do túnel subterrâneo que ligará o Las Vegas Convention Center à Sunset Strip devem ser finalizadas em 2020. O projeto tem dois túneis, cada um com 1,6 quilômetro de extensão, nos quais os passageiros poderiam ser transportados em veículos autônomos a até 250 km/h. O problema é que a utilização do serviço seria limitada apenas aos donos de carros elétricos, que custam caro em todas as partes do mundo - inclusive nos Estados Unidos.

Carros elétricos