Topo

Testes e lançamentos


McLaren inaugura nova família de carros no Brasil por R$ 2,4 milhões

Rodrigo Mora

Colaboração para o UOL

26/11/2019 12h37

A McLaren apresentou nesta terça-feira, em São Paulo, o GT. É o modelo que inaugura na marca inglesa a gama dos "grand tourer", aquele tipo de carro feito para atravessar grandes distâncias com muita potência, luxo e espaço para duas pessoas - e suas respectivas bagagens.

O preço de referência é de R$ 2,4 milhões, porque a partir dele a cifra sobe conforme o nível de personalização desejado.

O que não muda é o poderoso 4.0 V8 biturbo, de 620 cv e 63 kgfm de torque, acoplado a uma transmissão automatizada de dupla embreagem e sete marchas, com tração nas rodas traseiras.

Executivos da McLaren evitam hierarquizar o GT. "Ele inaugura uma nova família, a dos GT, por oferecer uma nova proposta de uso", explica Bruno Bonifácio, Gerente Geral da McLaren São Paulo.

Seu colega Simon Noone, responsável pelos mercados da América Latina, acrescenta que "você até pode usá-lo numa pista, como os demais McLaren, e tenho certeza que ele será fantástico. Mas seu ambiente são estradas".

Antes do GT, jamais se usara cashmir num carro da McLaren. Ou rodas de 20 polegadas na frente e 21 atrás. Ou essa elegante cor, a Cobre Burnished.

Desde o início de sua operação no Brasil, em maio de 2018, a McLaren já emplacou 53 modelos. O GT deve emplacar em um ano cinco unidades, segundo expectativas de Bonifácio.

Só eles poderão contar com dois porta-malas, que somam 570 litros. Coisa dos Grand Tourer.

Testes e lançamentos