Topo

Na Garagem


7 carros de visual estranho que parecem fantasiados para o Halloween

Do UOL, em São Paulo

31/10/2019 04h00

Halloween, o popular Dia das Bruxas, chegou. É hora de tirar a fantasia do armário e se divertir a valer na tradicional festa norte-americana que, ultimamente, também tem caído no gosto do brasileiro.

E aproveitando que hoje é o "apavorante" Dia das Bruxas, o UOL Carros preparou uma seleção com sete automóveis com visual tão estranho que até parecem fantasiados especialmente para o Halloween. Confira!

Gurgel Itaipu

Gurgel Itaipu. #gurgel #gurgelitaipu #eletriccar #prototype #braziliandesign

Uma publicação compartilhada por Roberto Octavio (@roberto.octavio.filho) em

Primeiro carro elétrico produzido na América Latina, o Gurgel Itaipu não vingou e ficou somente na fase de protótipo.

Produzido com carroceria de fibra de vidro e em forma de trapézio, o Itaipu tinha espaço somente para dois passageiros, já que media somente 2,65 metros de comprimento por 1,40 metros de largura.

O motor do Itaipu gerava 3,2 Kw, equivalentes a 4,2 cavalos. "Tamanha" potência fazia o carro alcançar a velocidade máxima de 50 km/h.

AMC Pacer

This stunning 1975 AMC Pacer has been restored to show quality standards and is one of the best. It runs and drives as good as it looks. For more photos, video and a complete description, check it out on our website. The AMC Pacer is a 2-door compact car produced in the US by American Motors Corporation from 1975-1979. The unique design feature was promoted by AMC as the ?first wide small car?. The Pacer was the first modern mass produced US automobile design using the cab forward concept. The Pacers rounded ?Jellybean? styling has made it an icon of the 1970?s. The body surface was 37 percent glass. The May 1976 issue of Car and Driver dubbed it ?The Flying Fishbowl?. The Pacer was also a star in the 1992 film ?Wayne?s World?. As the VIN number indicates this car was born a 1975 AMC Pacer equipped with a 232 inline 6 cylinder and 3-speed manual transmission. As the trim tag indicates this car was Red from the factory. From the information gathered this car was purchased in Pennsylvania in 1995 from the second owner with approximately 22,000 original miles on it. The third owner decided to have the car completely restored at a restoration shop in 2002 and it was completed in 2004. This was a comprehensive no expense spared restoration. During the restoration the car was dressed with the ?X? package. The factory ?X? package included Pacer X decals, chrome features, styled round wheels, vinyl bucket seats, sports steering wheel, custom trim, floor-mounted gear shifter and front sway bar. There is no documentation to support whether it left the factory with the ?X? package. The third owner showed the car at the AMO Nationals in 2005 and 2007 winning the Gold Award both times. The story and awards are undocumented. However, the restoration is documented with a photo album with many photos which is included. Read more on our website. #msclassiccars #classicsdaily #classiccars #amc #pacer #pacerx #amcpacer #forsale

Uma publicação compartilhada por MS Classic Cars (@msclassiccars) em

O AMC Pacer é um carro que foi produzido pela America Motors Corporation em meados da década de 1970 e, até hoje, é citado mais pelo design estranho do que pelas eventuais qualidades que apresentava quando rodava pela América do Norte.

Sua maior façanha foi ter estrelado os filmes Wayne's World (Quanto Mais Idiota, Melhor) e Wayne's World 2, este em sua versão conversível.

O AMC Pacer foi produzido até 1980 e saía de fábrica com motor V6 de 6 litros e transmissão automática.

AMC Gremlin

Finally got this photo emailed to me. from 3 months ago

Uma publicação compartilhada por @ thegrimmgremlin em

E não é que a AMC emplacou mais um carro na lista? O Gremlin é uma espécie de "irmão menos famoso" do AMC Pacer, pois também foi produzido na década de 1970, mas não fez parte de nenhum filme que estourou nos cinemas de todo o mundo.

A montadora produziu 671 mil unidades do modelo, que foi vendido somente nos Estados Unidos e no Canadá e saiu em três versões da fábrica, duas com motores seis cilindros, de 3,3 e 3,8 litros, respectivamente, e uma final, com motor quatro cilindros e 2 litros, com opção de economia de combustível.

Ssangyoung Actyon

O Ssangyong Actyon teve sua primeira versão produzida entre 2005 e 2010 e, sempre que era visto nas ruas brasileiras, atraía olhares curiosos, tanto por suas formas pouco usuais quanto pela sua "beleza".

A montadora voltou ao mercado brasileiro após uma ausência de cinco anos com um novo modelo do utilitário.Mas, até o momento, não conseguiu emplacar as vendas do modo que imaginava.

Nissan Juke

??Killer Whale ?? Owner: @duh.steeze_f15 #nissanjuke #juke

Uma publicação compartilhada por Nissan Juke (@nissanjuke) em

Esse modelo foi lançado pela Nissan em 2011, mas jamais chegou ao Brasil. À primeira vista, parece um Nissan March, que possui um bom volume de vendas aqui no País, disfarçado de Fusca, clássico da Volkswagen.

O certo é que a "mistura" não deu muito resultado...

Fiat Multipla

Essa verdadeira aberração da montadora italiana Fiat esteve nas ruas entre 1998 e 2004 e chegou a ser considerado o carro mais feio de todos os tempos pela mídia especializada.

O modelo, que tinha nada menos do que oito luzes apenas no conjunto dianteiro (quatro pares), jamais chegou ao mercado brasileiro, mas deu o ar da graça no Salão do Automóvel em 1998.

Como não chegou ao mercado nacional, é impossível saber se cairia no gosto do público daqui, mas, a julgar pela foto acima, a resposta é mais ou menos fácil de adivinhar, né?

Pontiac Aztec

Produzido pela Pontiac, do grupo General Motors, o mesmo que faz carros dos sonhos de muita gente, como o Camaro ou a Corvette, o Pontiac Aztec parece que foi feito "do avesso".

Fabricado entre 2001 e 2005, o modelo tinha motor frontal V6 de 3,4 litros, tração 4x4 e câmbio automático de quatro velocidades, mas nada disso o fez superar o visual pouco atraente.

A grande façanha do modelo foi ter aparecido na série Breaking Bad, como o carro utilizado pelo protagonista Walter White (Bryan Cranston).

Na Garagem