Topo

Carros


Carros

Ator, cantores e até padre: 8 famosos com moto elétrica igual à de Sampaoli

Sertanejo Felipe Araújo posa com sua motoneta elétrica; modelo virou febre entre famosos - Reprodução
Sertanejo Felipe Araújo posa com sua motoneta elétrica; modelo virou febre entre famosos Imagem: Reprodução

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Scooter elétrica do técnico santista vira febre entre celebridades
  • Estilo e rodas largas têm feito sucesso também com anônimos
  • No entanto, rodar com a motoneta exige capacete, licenciamento e IPVA

O que famosos como o ator Bruno Gagliasso, o padre Fábio de Melo e os cantores Marília Mendonça e Felipe Araújo têm em comum? Todos rodam com scooter elétrica semelhante à utilizada por Jorge Sampaoli, treinador do Santos.

Com preços sugeridos entre R$ 8,9 mil e R$ 15 mil, a motoneta a baterias virou febre entre famosos com suas rodas largas e desenho descolado. O veículo é importado da China e comercializado no Brasil com a marca Muuv, empresa com sede em São Carlos, no interior paulista, que começou a vender o produto há cerca de dois anos.

A companhia também tem operações nos Estados Unidos, no Paraguai e em Portugal.

Confira abaixo post de Bruno Gagliasso com sua scooter eletrificada:

Hoje, modelos parecidos de outras marcas já estão disponíveis no mercado, porém a Muuv tem angariado mais visibilidade na mídia. Os nomes citados e outros aparecem canal oficial da Muuv no Instagram. A empresa repostou fotos e vídeos de artistas e celebridades que compraram ou ganharam de presente a scooter elétrica.

Consultada por UOL Carros, a Muuv diz que "90%" dos proprietários famosos adquiriram o veículo, enquanto alguns foram presenteados. Sampaoli é um exemplo: há cerca de dois meses, ele ganhou o mimo no CT do Santos, após ter a bicicleta furtada. O argentino costumava ir ao trabalho com a "magrela" e passou a andar com a motinha a baterias na cidade.

Motoneta tem de ser licenciada e pagar IPVA

O detalhe é que o porte grande que tanto chama a atenção faz com que a scooter a baterias seja equiparada na legislação a ciclomotores, portanto com exigência de equipamentos como capacete. Além disso, precisa ser licenciada e recolher todas as taxas e tributos, como IPVA - conforme UOL Carros noticiou na semana passada.

As regras de trânsito determinam que scooters como essa rodem em vias convencionais, juntamente com os demais veículos. Sua circulação em ciclovias e ciclofaixas é proibida e está sujeita a multa, conforme informam a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) Santos e também o Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo).

No entanto, a fiscalização desse tipo de veículo é pouco frequente. Apenas na capital paulista, é bastante comum ver pessoas rodando com as motinhas elétricas em vias de circulação exclusiva para bicicletas e equipamentos de mobilidade individual de menor porte.

Confira outras celebridades que aderiram à moda.

O cantor Tico Santa Cruz, da banda Detonautas, entrou no palco do Rock n' Rio este ano pilotando uma scooter da Muuv:

Respot Muuv Chopper do @ticostacruz #vaidemuuv @rockinrio ??

Uma publicação compartilhada por M U U V (@muuvbr) em

Fred, do canal do Youtube Desimpedidos, também tem a sua:

A sertaneja Marília Mendonça, a "Rainha da Sofrência", é outra a aderir à febre da scooter elétrica:

O lutador de MMA José Aldo curte um rolê de motinha a baterias sem capacete (o vídeo foi gravado nos EUA):

O cantor Felipe Araújo posa com sua scooter:

O padre Fábio de Mello também encomendou a sua:

Preta Gil também curtiu e virou cliente:

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Carros