PUBLICIDADE
Topo

Na Garagem


Volkswagen adia decisão de fábrica na Turquia após invasão à Síria

Do UOL

Em São Paulo (SP)

17/10/2019 10h44

A Volkswagen anunciou oficialmente que está adiando sua decisão final de construir uma fábrica na Turquia. O país euroasiático atualmente enfrenta críticas da comunidade internacional devido a uma operação militar na Síria.

Com a investida, o governo turco visa repreender os curdos e removê-los de sua fronteira com a Síria. Apesar de condenada pelo mundo, a operação é apoiada pelo povo turco.

"Estamos monitorando cuidadosamente a situação atual e observamos com preocupação os desenvolvimentos atuais", falou um porta-voz da Volkswagen à agência Reuters.

O plano da montadora alemã para sua fábrica na Turquia era produzir a próxima geração do Passat e o Skoda Superb. Sua capacidade anual seria de 300 mil veículos, com início das atividades programado para 2022.

O Passat é atualmente feito na fábrica de Emden, na Alemanha, mas o plano da Volkswagen é focar esta localidade na produção de veículos elétricos.

Convencida pelo governo do Catar (acionista da montadora), a Volkswagen escolheu fazer sua fábrica na Turquia por "condições macroeconômicas positivas". A fabricante também considerava a Bulgária como possível localidade.

Atualmente, a União Europeia e os Estados Unidos planejam sanções econômicas pesadas à Turquia por sua operação em andamento na Síria.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Na Garagem