Topo

Seu Automóvel


Seu Automóvel

Vivo anuncia serviço 4G para transformar carro comum em veículo conectado

Dispositivo conectado à porta OBD agrega chip com plano de dados, localização GPS e roteador Wi-Fi; operação é por aplicativo - Divulgação
Dispositivo conectado à porta OBD agrega chip com plano de dados, localização GPS e roteador Wi-Fi; operação é por aplicativo Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/09/2019 14h30

A oferta de carros equipados de fábrica com internet 4G dedicada está crescendo, a exemplo do novo Chevrolet Onix 2020, que traz esse recurso nas versões mais caras. No entanto, veículos mais simples, inclusive modelos antigos, podem receber a tecnologia por meio de um acessório, devidamente habilitado com plano de dados e que também funciona como roteador W-Fi.

O Vivo Car, serviço que a operadora de telefonia lança este mês no Brasil, propõe exatamente isso: transformar carros comuns em automóveis conectados. Potenciais clientes podem realizar pré-cadastro no site vivocar.vivo.com.br para ter acesso a 40 GB mensais de dados diretamente no veículo. Durante os primeiros 12 meses de uso, a navegação dentro desse limite é gratuita.

A Vivo ainda não divulga quanto irá cobrar pelo serviço após esse prazo, mas adiante que esse será o único pacote a ser oferecido. Para se ter uma ideia, a Claro vai cobrar a partir de R$ 30 pela conexão 4G no Onix e também no novo Chevrolet Cruze 2020 - esse valor libera nos carros apenas 2 GB de dados, a franquia do plano básico. Haverá opções mais caras para esses dois carros, de até 20 GB por mês. Ou seja, metade da franquia ofertada pela Vivo.

Quem contratar o Vivo Car terá de adquirir o acessório, cujo preço ainda não foi anunciado, mas será "muito competitivo", de acordo com a empresa. Além disso, será possível parcelar o gasto em 12 vezes sem juros no cartão de crédito. Não-assinantes da operadora também poderão contratar a novidade.

Como funciona

O dispositivo que agrega conectividade ao veículo é acoplado à porta OBD, a mesma utilizada para conectar os scanners de oficinas mecânicas para fazer diagnóstico de eventuais falhas. Essa porta também é usada por aplicativos como Engie e VAI.

Além de franquear a conexão à internet e funcionar como um roteador sem fio, o aparelho também traz funcionalidades oferecidas pelos dois aplicativos citados: sistema de diagnóstico do carro, que gera relatório de falhas e estatísticas de condução, como consumo de combustível; e localização via GPS.

A companhia acrescenta que a tecnologia também permite monitorar se o carro foi ligado ou desligado, se ultrapassou a velocidade configurada e até alerta uma possível colisão ou se está sendo rebocado. Essas estatísticas já começam a ser usadas para precificar o seguro do automóvel.

De acordo com a Vivo, até cinco pessoas podem compartilhar simultaneamente a conexão à internet em seu dispositivo móvel. O dispositivo, diz a operadora, é compatível com "a maior parte" dos veículos nacionais fabricados a partir de 2010.

Todo o gerenciamento do Vivo Car, incluindo as informações de diagnóstico veicular, são realizadas por meio de um aplicativo específico que terá download gratuito tanto para dispositivos Android quanto para aparelhos com o sistema operacional iOS - independentemente da operadora utilizada.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mais Seu Automóvel