Topo

Testes e lançamentos


Toyota Corolla: testamos a nova geração do carro antes da estreia no Brasil

Siga o UOL Carros no

Ricardo Ribeiro

Colaboração para UOL Carros, de Coimbra (Portugal)

08/07/2019 07h00

"Belo carro", dispara Renato Elias Ferreira, 32, ao ver passar a reportagem de UOL Carros, testando a nova geração do Toyota Corolla, em Coimbra, região central de Portugal. Informado do que se trata, o estudante de mestrado em marketing passa da aprovação ao estranhamento: "mas é o Corolla?".

Prevista para chegar em outubro no Brasil, a nova geração de um dos sedãs médios mais vendidos do país já está disponível na Europa. O design arrojado é, de fato, um dos pontos altos do Corolla 2020.

O modelo sempre manteve um visual considerado mais careta, especialmente diante de seu principal rival, o Honda Civic. Agora, a Toyota, enfim, abandonou a filosofia de atualizar sem mudar muito.

Destaque para a dianteira, com muitos elementos horizontais e a grade pronunciada. Faróis afilados, peça cromada ligando os conjuntos, recortes esportivos nos para-choques e vincos no capô. Na traseira, lanternas modernas abraçam laterais e parte da tampa do porta-malas.

O conjunto é harmônico e o resultado agrada. Renato não está sozinho em seu espanto. No mercado português há alguns meses, o novo Corolla ainda atraiu muitos olhares durante o teste. O modelo europeu é a base do que será produzido em Indaiatuba (SP) e adiantamos como é guiar a novidade.

Ricardo Ribeiro/Colaboração para o UOL
Imagem: Ricardo Ribeiro/Colaboração para o UOL
Como anda

O Corolla 2020 utiliza a nova plataforma global da Toyota, a mesma da nova geração do híbrido Prius. Mais moderna, a estrutura ajudou a aprimorar a estabilidade e a dirigibilidade, que já eram dignas de elogios na geração anterior.

Sempre criticado por ainda usar uma suspensão traseira de eixo de torção, o sedã, finalmente, recebeu uma independente multibraço. Mais moderno, o sistema absorve melhor as imperfeições do asfalto, elevando o conforto a bordo, e contribui para a estabilidade.

Uma direção direta e precisa completa o novo conjunto, que, em 300 km de teste por trechos urbanos e rodoviários, se mostrou bom de guiar.

Testamos uma versão híbrida, que combina um motor 1.8 a gasolina e um motor elétrico. O elétrico movimenta o carro a baixas velocidades ou complementa o desempenho, quando se exige mais do acelerador. Como o de costume, a energia dissipada nas frenagens recarrega a bateria. O sistema contribui para reduzir o consumo: fizemos média de 23 km/l.

Com 122 cv de potência, os motores oferecem respostas ágeis. O câmbio CVT também foi atualizado para reduzir atrasos, mas ainda se atrapalha a baixas rotações e em algumas retomadas. O sistema continuamente variável tradicionalmente oferece mais conforto do que uma tocada dinâmica.

Ricardo Ribeiro/Colaboração para o UOL
Imagem: Ricardo Ribeiro/Colaboração para o UOL
Brasil terá híbrido e o 2.0

A Toyota já confirmou que venderá a versão que avaliamos, a híbrida 1.8, no Brasil. A marca adaptou o sistema, também utilizado no Prius, para rodar com etanol. Assim, o mercado brasileiro tem o único híbrido flex do mundo.

O 1.8, porém, ficará restrito à versão híbrida. As configurações do Corolla 2020 que utilizam um único motor a combustão terão sempre o 2.0. Repaginado, o bloco recebeu injeção direta e sobe dos atuais 154 cv para cerca de 170 cv.

Interior e novos equipamentos

No interior, outra mudança bem-vinda é o multimídia de 8", com tela sensível ao toque e um layout deste século. O quadro de instrumentos também ganha tela 7" e grafismos atuais.

O Corolla 2020 também recebeu mais equipamentos, como assistente de faixa, piloto automático adaptativo e frenagem automática de emergência, além de volante mais moderno. No Brasil, os recursos devem aparecer apenas em versões mais caras ou até em pacotes opcionais.

As dimensões quase não mudam, mantendo 2,70 m de entre-eixos e subindo 1 cm em comprimento (4,63 m) e largura (1,78 m). O sedã continua com bom espaço interno e leva 471 litros de bagagem. O modelo ficou mais baixo: de 1,47 m para 1,43 m de altura.

Testamos a versão Luxury, topo de linha em Portugal. O acabamento é bom, com direito a parte do painel em couro. Bancos e volante acompanham. Há ainda detalhes em preto brilhante e em imitação de metal.

Ficha técnica

Toyota Corolla Hybrid Luxury 2020
Motor: 1.8 a gasolina + motor elétrico
Potência: 122 cv
Torque: 14,4 kgfm
Câmbio: automático CVT
Dimensões: 4,63 m (comprimento), 2,70 m (entre-eixos), 1,78 m (largura), 1,43 (altura)
Porta-malas: 471 litros
Preço: 32.645 euros

Testes e lançamentos