Topo

Testes e lançamentos


Toyota RAV4 abre "era híbrida" no Brasil com 222 cv e preço de R$ 165.990

Fernando Miragaya

Colaboração para o UOL, em Buenos Aires (Argentina)

2019-05-23T11:00:00

2019-05-24T13:37:38

23/05/2019 11h00Atualizada em 24/05/2019 13h37

Resumo da notícia

  • SUV médio é primeiro de nova geração de modelos híbridos no Brasil
  • Potência total é de 222 cavalos
  • Serão duas configurações, ambas bem completas
  • Modelo promete autonomia de 1.000 km com um tanque de gasolina

A quinta geração do Toyota RAV4 chega no dia 13 de junho ao mercado brasileiro nas versões S Hybrid, por R$ 165.990, e SX Hybrid, com preço de R$ 179.990. A apresentação acontece na Argentina, por atrasos na homologação do modelo no Brasil, mas o SUV continua vindo do Japão.

Se o RAV4 sempre viveu em "segundo plano" na linha da Toyota no Brasil, sem nunca ter preço competitivo para enfrentar os rivais -- no resto do mundo a história é outra: o SUV foi o segundo modelo mais vendido da marca em 2018. Agora, a marca quer situar o SUV médio como uma prova de força, trazendo a nova geração apenas em versões híbridas e com preços atrativos. Ele será o primeiro de uma nova leva de modelos híbridos -- segundo a marca, haverá ao menos uma configuração híbrida de cada carro da marca no Brasil.

Conteúdo das versões

Pelo menos de cara, serão importados apenas RAV4 com motorização híbrida e bastante recheio. Como dito, são duas configurações:

+ RAV4 S Hybrid: R$ 165.990

Traz sete airbags, faróis de LED com ajuste automático de altura, bancos com partes revestidas de couro, bancos dianteiros com sistema de ventilação, banco do motorista com ajustes elétricos e memória para duas posições, sistema multimídia com tela de LCD sensível ao toque de 7", painel de instrumentos de TFT de 7", sistema de acionamento e desligamento do motor por botão, sistema de entrada inteligente, rodas de liga leve de 18", ar-condicionado automático bizona com saídas para os bancos traseiros, freio de estacionamento eletrônico e função Hold, controles eletrônicos de estabilidade e tração, controle de assistência de subida em rampa e controle de reboque e oscilação.

+ RAV4 SX Hybrid: R$ 179.990

Adiciona teto solar tipo panorâmico, carregador de celular por indução, abertura e fechamento elétrico da tampa do porta-malas com acionamento interno, por sensor de movimento (passando o pé por debaixo do para-choque traseiro), sistema de transmissão com função Paddle Shift e pacote de segurança ativo Toyota Safety Sense (TSS).

Expectativa da marca é que 70% das vendas, no primeiro momento, sejam da versão S, mais em conta e já com bom nível de equipamentos. Mais tarde, espera-se que haja uma versão mais barata, com preço na casa dos R$ 100 mil. A meta da Toyota é de entregar pelo menos 5 mil unidades por ano do SUV híbrido.

Siga o UOL Carros no

1 tanque = 1.000 km

Essas novas pretensões do RAV4 só foram possíveis graças à adoção da nova plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture, ou Nova Arquitetura Global da Toyota). Ela serve ao novo Corolla, que será lançado no segundo semestre, e surgiu no Prius. No caso do SUV, adota-se a variante da arquitetura GA-K, usada também pelo sedã médio-grande Camry.

O RAV4 desembarca no Brasil com o conjunto que reúne o motor a gasolina 2.5 quatro cilindros de 178 cavalos com dois propulsores elétricos no eixo dianteiro, que resultam em 120 cv -- há ainda terceiro motor elétrico, este no eixo traseiro, adicionando mais 54 cv para o 4x4. De acordo com a Toyota, a potência combinada do sistema é de 222 cv.

Já o câmbio é novo, do tipo E-CVT, e a tração, integral sob demanda e com diferencial com descarregamento limitado. Com este conjunto e um tanque de 55 litros de gasolina, a Toyota promete autonomia de 1.000 quilômetros.

Esse sistema híbrido terá oito anos de garantia, segundo os executivos da Toyota.

Construindo o RAV4

A Toyota bate na tecla do melhor comportamento dinâmico do RAV, que obteve as cinco estrelas máximas nos testes do Latin NCAP. Uma mãozinha foi baixar a altura do SUV em 1 centímetro para melhorar seu centro de gravidade em conjunto com aquele peso normal das baterias.

As suspensões McPherson na frente e double wishbone, atrás, trazem barras estabilizadoras.

Some a isso um pacote generoso de itens de segurança que variam entre as versões e que se valem de tecnologias semi-autônomas. As mais bacanas, porém, só na SX topo de linha.

Esta versão traz o até então inédito "Toyota Safety Sense, pacote que também estará no novo Corolla e reúne alertas e assistência à frenagem em uma possibilidade de colisão, controle de cruzeiro adaptativo, alerta para mudança indevida de faixa e faróis altos automáticos, que baixam o facho quando percebem um veículo vindo na direção contrária.

Cara de Darth Vader

A nova era para o RAV4 merece, obviamente, nova roupagem. E como designers automotivos adoram devaneios para batizar os conceitos de estilo, os da Toyota adotaram o "Cross Octagon".

Isso porque o visual do carro representa dois octógonos cruzados em 90 graus. Se você não percebeu isso, não se preocupe. Na prática, o novo RAV está muito mais geométrico nas linhas.

A grade frontal estilo Darth Vader lembra alguns SUVs da Lexus, marca de luxo da Toyota -- o novo Corolla também bebe na fonte da grife. Os faróis de LEDs com DRL são espichados e têm traços bem retilíneos e os nichos dos faróis de neblina são verticais e ficam nas extremidades do para-choque.

A carroceria é bastante talhada por vincos, especialmente no capô e na parte inferior das laterais. Mesmo com 5 cm a menos no comprimento que a geração anterior (4,60 m), sobrou espaço para um vidro espia lá atrás.

Já o acerto da terceira coluna forma uma espécie de culote, que deixa o RAV levemente mais parrudo. Na traseira, lanternas de LEDs pontiagudas e superfícies cavadas na tampa dão aquele tom previsível aos carros da Toyota.

Por dentro, o RAV promete mais espaço interno com os 2,69 m de entre-eixos, 3 cm a mais que o antigo. O volante tem miolo grande, o quadro de instrumentos é configurável e a central multimídia é destacada do painel. Mas já dá para ver que os comandos do ar são bem old school.

UOL Carros trará, em breve, suas impressões ao dirigir o novo RAV4.

FICHA TÉCNICA

Toyota RAV4 Hybrid
Motor: 2.5, a gasolina quatro cilindros (Atkinson), VVT-iE, 2 elétricos dianteiros (650V), 1 elétrico traseiro para o 4x4
Potência: 178 cv (gasolina); 119 cv (elétricos frontais) e 54 cv (elétrico traseiro); 222 cv combinados
Torque: 22,5 kgfm (gasolina); 12,33 kgfm (elétricos frontais); 12,3 kgfm (elétrico traseiro); combinado: ND
Dimensões: 4,60 (comprimento), 2,69 m (entre-eixos), 1,68 m (altura)
Tanque: 55 litros
Peso: 1.723 kg
Porta-malas: 580 litros
Preço: R$ 165.990 (S) e R$ R$ 179.990 (SX)

Mais Testes e lançamentos