Topo

Testes e lançamentos


Aleluia! Audi A4 2020 ganha tela sensível ao toque (e motor híbrido leve)

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/05/2019 09h07

Resumo da notícia

  • Modelo ganha reestilização de meia-vida
  • Objetivo é encarar avanços de Mercedes Classe C e BMW Série 3
  • Estreia fica para final do ano na Europa. No Brasil, só em 2020
  • Carro terá motorização híbrida leve
  • Tecnologia permitirá conexões com redes 5G

Ele foi lançado globalmente em 2015, tem só quatro anos, mas envelheceu rápido. Seja pelo grande salto recente dos rivais, seja pelo próprio avanço do restante da linha Audi, o sedã médio premium A4 estava defasado, não em termos de espaço ou de segurança, mas em visual, conforto, tecnologia e motorização, detalhes que são sensíveis e definem compra neste segmento.

Esta renovação de meia-vida coloca o Audi A4 na linha 2020 e estreia no segundo semestre na Europa -- para o Brasil, não espere nada antes do primeiro trimestre de 2020. Preços não foram revelados nestes momento, mas a Audi já sinaliza que haverá um "buzz" com uma versão super equipada de entrada, a "Edition One".

Externamente, o novo Audi A4 ganha a filosofia de estilo "Singleframe" (a grade frontal destacada) mais ampla, sublinhando novo recorte do capô e integrada com nova linha de para-choque e novo conjunto óptico totalmente de LED, com sistema de matriz de LED opcional. Neste último caso, há a nova assinatura visual individual -- cada modelo da Audi pode ser identificados pelo "desenho pontilhado" de LEDs de faróis e lanternas e, no caso do A4, são cinco pontos menores e um maior, em forma de "L" deitado na parte superior dos faróis.

Interior mantém estilo, mas revestimentos melhoraram e tecnologia também vem do A7 - Divulgação
Interior mantém estilo, mas revestimentos melhoraram e tecnologia também vem do A7
Imagem: Divulgação

Finalmente sensível ao toque

Principais alterações do Audi A4 ficam longe do visual externo. A preocupação da Audi foi deixar sedã, perua e variantes esportivas mais eficientes, confortáveis e tecnológicas para tentar encarar com menos desfalque Classe C e seu motor com sistema híbrido leve, bem como Série 3 com inteligência artificial.

Sim, o painel de instrumentos digital (12,3 polegadas) segue disponível, mas com atualização de estilo. Já a tela central cresceu (10 polegadas) e agora é sensível ao toque -- o controle rotativo no console central, que tinha alguma sensibilidade para pequenos comandos por toque deu lugar a mais uma tela sensível ao toque.

Nova arquitetura de tecnologia (MyAudi) permite ao carro reconhecer 14 condutores diferentes (fazendo regulagens para cada um deles de modo automatizado). Sistemas como controle de cruzeiro adaptativo, assistente de trânsito e auxiliar inteligente de estacionamento seguem opcionais. Mas o maior avanço é a inclusão da tecnologia "Car-to-X", que permite ao A4 ser integrado às novas redes 5G e a sistemas de comunicação entre carros, celulares e vias públicas nas cidades que vão começar a adotar este tipo de funcionalidade de segurança do trânsito a partir do próximo ano.

Tem motorização melhorada

Por fim, vamos falar de mecânica: na Europa, são seis opções de motorização, todas com turbo, de 150 a 347 cavalos. O gerenciamento fica por conta de câmbio manual (que nunca será vista no Brasil), automatizado de sete marchas (STronic) ou automático de oito marchas (Tiptronic).

Neste momento, a Audi destaca apenas o motor a diesel V6 TDI, que com o sistema híbrido leve (bateria de 48V de íons de lítio acoplada a alternador também de 48V), que permitirá ao motor entregar até 347 cv, com 71,3 kgfm. O "lag" do turbo reduzido pelo sistema permitirá, segundo a empresa, um 0-100 km/h em 4,8 segundos, pouco acima do desempenho do atual RS4, por exemplo.

Destaque também para a suspensão com amortecimento adaptativo, com ajustes de conforto e esportividade (descendo a carroceria quase 2,5 cm em direção ao solo).

Siga o UOL Carros no

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Testes e lançamentos