Topo

Testes e lançamentos


Modelo elétrico da Porsche pode superar produção de icônico 911

Christoph Rauwald

29/07/2019 15h03

O icônico esportivo 911 da Porsche, símbolo de luxo da marca alemã há décadas, pode em breve ser eclipsado pelo modelo Taycan, movido a bateria, em termos de entregas.

Pouco mais de um mês antes de seu lançamento oficial em setembro, a Porsche já recebeu entradas para cerca de 30 mil Taycans, e a demanda inicial reforça os planos para elevar a produção anual do primeiro modelo totalmente elétrico da marca para 40 mil veículos, disse o analista da Evercore ISI, Arndt Ellinghorst, em nota na segunda-feira.

A Porsche entregou 35,6 mil unidades do modelo 911 no ano passado. Com isso, o Taycan - com preço estimado em cerca de US$ 90 mil - estaria no caminho para ultrapassar o herói da era da combustão e definir o perfil da marca para a próxima geração.

O sucesso do Taycan é fundamental para a Volkswagen, que controla a Porsche, para aumentar o apelo dos carros elétricos enquanto se prepara para o lançamento de veículos movidos a bateria em todas as faixas de preço. A chegada do Taycan também poderia representar um novo desafio para o Model S da Tesla, um veículo-chave para Elon Musk em seus esforços para tornar rentável sua montadora, líder na fabricação de carros elétricos.

A Tesla não detalhou os planos para reformular seu demandado sedã de luxo Model S, que está à venda desde 2012, e aposta no Model 3 para atingir o mercado de larga escala. Embora as vendas tenha subido, os retornos mais baixos do modelo aceleraram as perdas e levantam novas dúvidas sobre se a fabricação e venda de carros elétricos pode ser um negócio sustentável e lucrativo.

Testes e lançamentos