Topo

Mobilidade


Volkswagen e Ford negociam para formar empresa gigante dos carros autônomos

Presidentes da Ford, Jim Hackett (esq.), e Volkswagen, Herbert Dies, no anúncio de aliança para veículos comerciais, em janeiro - Ben Klayman/Reuters
Presidentes da Ford, Jim Hackett (esq.), e Volkswagen, Herbert Dies, no anúncio de aliança para veículos comerciais, em janeiro
Imagem: Ben Klayman/Reuters

Christoph Rauwald e Keith Naughton

12/06/2019 08h53

As negociações do Grupo Volkswagen com a Ford e sua afiliada autônoma (Argo AI) sobre uma colaboração para carros autônomos estão perto de ser concretizadas. Um acordo pode ser anunciado já em julho, disseram pessoas a par da negociação.

Volkswagen e Ford, que concordaram em coproduzir vans e picapes no início deste ano, discutem um investimento na Argo AI, a startup de veículos autônomos apoiada pela Ford, disseram pessoas familiarizadas com as negociações. As montadoras discutiram uma avaliação aproximada da Argo de US$ 4 bilhões.

A maioria dos problemas mais espinhosos foi resolvida e as duas empresas vislumbram uma colaboração abrangente, criando um colosso global no segmento de automóveis autônomos, disseram as fontes.

A parceria rivalizaria com a Waymo (Google) e com a General Motors (Cruise) em ambição e escopo, de acordo com uma das pessoas, que pediu para não ser identificada, revelando discussões internas.

Batalha dos autônomos

Carros autônomos surgiram como campo de batalha entre fabricantes e gigantes da tecnologia na corrida pelo desenvolvimento de táxis-robôs e veículos de entrega sem motorista. Esses programas exigem investimentos em bilhões de dólares, enquanto as estruturas regulatórias variam em todo o mundo, o que complica os testes e implantação.

Uma recompensa pelas somas enormes que precisam ser gastas é difícil de prever, já que uma implantação mais ampla no espaço para carros de passageiros pode levar anos a mais do que o inicialmente previsto.

O CEO da Ford, Jim Hackett, disse que carros autônomos e outros serviços emergentes de mobilidade podem crescer para um mercado de US$ 10 trilhões.

Iniciativa Argo

A Ford disse que suas negociações com a Volkswagen estão em andamento, mas não forneceu detalhes sobre a extensão do progresso.

"As discussões foram produtivas em várias áreas. Vamos compartilhar as atualizações à medida que os detalhes se tornarem mais firmes", afirmou em um comunicado. A VW se recusou a comentar o status das negociações.

VW e Ford anunciaram sua cooperação em veículos comerciais leves em janeiro. Autoridades de ambos os lados, incluindo o CEO da VW, Herbert Diess, e o presidente da Ford, Bill Ford, enfatizaram a adequação estratégica entre os dois fabricantes.

"Nós nos encaixamos geograficamente muito bem, em termos de linha de produtos, nos encaixamos bem", disse Ford, bisneto do fundador Henry Ford, em uma conferência em Houston, em março. "Nós dois chegamos à mesma conclusão que tão grande como nossos balanços patrimoniais são, nenhuma empresa pode fazer isso sozinha ".

Aurora já era

A Volkswagen anunciou nesta terça-feira que encerrou sua parceria com a empresa de software automotivo Aurora, dois dias depois que a startup do Vale do Silício disse que construiria plataformas autônomas para veículos comerciais com a Fiat Chrysler Automobiles.

A Aurora, que levantou mais de meio bilhão de dólares em fevereiro, incluindo a Sequoia Capital e a Amazon, anunciou na segunda-feira que fará parceria com a Fiat Chrysler para desenvolver e implantar uma frota de veículos comerciais autônomos.

A empresa é uma criação de Sterling Anderson, o ex-diretor de autonomia da Tesla; Drew Bagnell da Uber Technologies; e Chris Urmson, que dirigiu o projeto de carro autônomo da Alphabet antes de se chamar Waymo.

Mobilidade