PUBLICIDADE
Topo

Jeep Compass 2021

Preços, versões e tudo o que você precisa saber sobre o SUV médio

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

01/08/2020 04h00

O Brasil foi o local da estreia mundial do Compass em 2016.

A escolha foi uma demonstração de prestígio da matriz com o mercado brasileiro, que havia inaugurado uma fábrica da Jeep apenas um ano antes.

O SUV - que nasceu como um produto global - também foi lançado na Europa e nos Estados Unidos e faz bastante sucesso por aqui. Assumiu a liderança do segmento com folga e não perdeu o posto mesmo com a chegada de rivais de peso, como Chevrolet Equinox e VW Tiguan Allspace.

Disponível nas motorizações 2.0 Tigershark (de até 166 cv) e 2.0 turbodiesel (170 cv) e duas opções de transmissão (automática de 6 ou 9 marchas), o Compass caiu no gosto do brasileiro.

Talvez por isso é que ainda não tenha sofrido mudanças no design desde sua estreia. A expectativa é que o carro passe pela primeira reestilização apenas em 2021, quando deve ganhar também o moderno motor 1.3 Firefly turbo, que aposentaria o 2.0 Tigershark.

O que mudou na linha 2021?

A versão Longitude ganhou novas rodas de liga leve de 18 polegadas, enquanto a configuração Limited pode ser encomendada nas cores Ski Gray e Marrom Arizona. Por fim, a Série S ttraz regulagens elétricas para o banco do passageiro.

Como UOL Carros avaliou

O Compass já perdeu o ar de novidade, mas ainda conquista olhares pelas ruas. Lançado em 2016, o SUV frequentemente ocupa a vice-liderança nas vendas do segmento, ficando atrás apenas do "irmão mais velho" Renegade. Além disso, ele lidera a categoria de SUVs médios sem ser incomodado. Suas linhas seguem a identidade visual da Jeep, marcada pela grade frontal com sete barras verticais.

O SUV sofre um pouco com os 166 cv do motor 2.0 Tigershark.flex, embora potência não falte ao Jeep. O problema está justamente na transmissão de seis marchas, que parece não falar a mesma língua do motor. A caixa demora a fazer algumas reduções e isso prejudica o desempenho do SUV em situações como ultrapassagens e retomadas de velocidade.

É verdade que a maioria das pessoas pode não ligar para isso, até porque limites de velocidade estão aí para serem respeitados. De toda maneira, quem prefere mais agilidade precisa gastar um pouco mais pelas versões com motorização a diesel.

O consumo do Compass flex também deixa a desejar: números aferidos pelo Inmetro indicam 6,1 km/l e 7,5 km/l com etanol e 8,8 km/l e 10,8 km/l quando abastecido com gasolina.

Por dentro, o SUV é bem sofisticado. É fácil observar a maior quantidade de plástico com acabamento emborrachado, que até afunda ao toque dos dedos. O estilo do painel de instrumentos é mais conservador, mas de bom gosto. A cabine também tem um bom isolamento acústico e não se ouvem ruídos de peças plásticas, por exemplo. Os bancos são bem confortáveis.

Dimensões: comprimento, 4,41 m; largura, 1,81 m; altura, 1,63 m; entre-eixos, 2,63 m

Porta-malas: 410 litros

Tanque: 60 litros

Versões:

Sport 2.0 flex

Preço: R$ 121.990 (2020) / R$ 126.290 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: automático de 6 marchas

Potência: 166 cv / 159 cv a 6.200 rpm

Torque: 20,5 kgfm / 19,9 kgfm a 4.000 rpm

Consumo (urb./rod.): 6,1 km/l / 7,5 km/l (etanol) - 8,8 km/l /10,8 km/l (gas.)

Itens de série: controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, piloto automático com limitador de velocidade, central multimídia com tela tátil de 7 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay, sensores de estacionamento traseiros, câmera de ré, direção elétrica, ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura, faróis e lanternas com assinaturas em LED, computador de bordo, freio de estacionamento elétrico, freios a disco nas quatro rodas, volante multifuncional, lanternas em LED, sensor de chuva, iluminação diurna por LEDs, luzes indicadoras de direção integradas nos retrovisores, ganchos de fixação para cadeirinhas Isofix, destravamento das portas sem chave, partida do motor por botão, quadro de instrumentos com tela de TFT de 3,5 polegadas, rack de teto na cor preta, porta-objetos sobre o assento do passageiro, rodas de liga leve de 17 polegadas, volante multifuncional, sistema start-stop, sensor de pressão dos pneus, alarme antifurto, coluna de direção com regulagens de altura e profundidade, tomada de 12 volts, banco do motorista com ajuste de altura e vidros elétricos dianteiros e traseiros com função "one touch".

Opcionais:

Pack Exclusive (R$ 2.550): bancos revestidos em couro e rodas de liga leve de 18 polegadas.

Pack Safety (R$ 3.650): airbags laterais frontais, airbags do tipo cortina e airbag de joelho para o motorista.

Pack Protection (R$ 950): para-barros dianteiros e traseiros, protetor de cárter e logotipo exclusivo.

Longitude 2.0 flex

Preço: R$ 134.990 (2020) / R$ 139.690 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: automático de 6 marchas

Potência: 166 cv / 159 cv a 6.200 rpm

Torque: 20,5 kgfm / 19,9 kgfm a 4.000 rpm

Consumo (urb./rod.): 6,1 km/l / 7,5 km/l (etanol) - 8,8 km/l /10,8 km/l (gas.)

Itens de série: todos os itens da versão Sport mais bancos revestidos parcialmente em couro, rodas de liga leve de 18 polegadas e central multimídia com tela de 8,4 polegadas com suporte a Android Auto e Apple CarPlay.

Opcionais:

Pack Night Eagle (R$ 5 mil): faróis em xênon, sistema de estacionamento semiautônomo (Park Assist), detalhes externos em preto, partida remota, sistema de som Beats de 506 watts, teto pintado em preto e rodas aro 18 pintadas de preto.

Pack Safety (R$ 3.650): airbags laterais frontais, airbags do tipo cortina e airbag de joelho para o motorista.

Pack Premium (R$ 5 mil): faróis em xênon, sistema de estacionamento semiautônomo (Park Assist), partida remota e sistema de som Beats de 506 watts.

Teto solar panorâmico elétrico: R$ 8 mil

Pack Protection (R$ 950): para-barros dianteiros e traseiros, protetor de cárter e logotipo exclusivo.

Limited 2.0 flex

Preço: R$ 153.990 (2020) / R$ 159.390 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: automático de 6 marchas

Potência: 166 cv / 159 cv a 6.200 rpm

Torque: 20,5 kgfm / 19,9 kgfm a 4.000 rpm

Consumo (urb./rod.): 6,1 km/l / 7,5 km/l (etanol) - 8,8 km/l /10,8 km/l (gas.)

Itens de série: todos os itens da versão Longitude mais 7 airbags, acendimento automático dos faróis, alavanca do câmbio revestida em couro, aletas atrás do volante para trocas de marcha, banco do motorista com regulagens elétricas, espelho retrovisor interno fotocrômico, espelhos retrovisores com rebatimento elétrico, faróis em xênon, sensor de pontos cegos, painel de instrumentos com tela de TFT de 7 polegadas, partida remota, rodas de liga leve de 19 polegadas, sensor de pressão dos pneus, sistema de estacionamento semiautônomo (Park Assist), teto pintado em preto, tomada de 12 volts no porta-malas e volante multifuncional revestido em couro.

Opcionais:

Pack High Tech (R$ 7 mil): piloto automático adaptativo, alerta de mudança de faixa, faróis com facho alto inteligente, abertura elétrica do porta-malas, sistema de som Beats com 506 watts e alerta de colisão frontal com frenagem de emergência.

Teto solar panorâmico elétrico: R$ 8 mil

Pack Protection (R$ 950): para-barros dianteiros e traseiros, protetor de cárter e logotipo exclusivo.

Longitude 2.0 turbodiesel:

Preço: R$ 170.990 (2020) / R$ 176.990 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, turbo, diesel

Câmbio: automático de 9 marchas

Potência: 170 cv a 3.750 rpm

Torque: 35,7 kgfm a 1.750 rpm

Consumo (urb./rod.): 10,2 km/l / 13,4 km/l

Itens de série: mesmos da versão Longitude flex.

Limited 2.0 turbodiesel:

Preço: R$ 189.990 (2020) / R$ 196.690 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, turbo, diesel

Câmbio: automático de 9 marchas

Potência: 170 cv a 3.750 rpm

Torque: 35,7 kgfm a 1.750 rpm

Consumo (urb./rod.): 10,2 km/l / 13,4 km/l

Itens de série: mesmos da versão Limited flex.

Trailhawk 2.0 turbodiesel:

Preço: R$ 189.990 (2020) / R$ 196.690 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, turbo, diesel

Câmbio: automático de 9 marchas

Potência: 170 cv a 3.750 rpm

Torque: 35,7 kgfm a 1.750 rpm

Consumo (urb./rod.): 10,2 km/l / 13,4 km/l

Itens de série: mesmos da versão Limited diesel mais adesivo no capô, estepe normal, ganchos de reboque dianteiros (dois) e traseiro (um), controle de velocidade em descidas, protetor do tanque de combustível, protetor de transmissão, seletor de modos de terreno, suspensão elevada e tração 4x4.

Série S 2.0 turbodiesel

Preço: R$ 205.990 (2020) / R$ 213.190 (2021)

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, turbo, diesel

Câmbio: automático de 9 marchas

Potência: 170 cv a 3.750 rpm

Torque: 35,7 kgfm a 1.750 rpm

Consumo (urb./rod.): 10,2 km/l / 13,4 km/l

Itens de série: todos os itens da versão Limited mais abertura elétrica do porta-malas, alerta de colisão frontal com frenagem de emergência, alerta de mudança de faixa, banco do passageiro com regulagens elétricas, faróis com facho alto inteligente, controle de velocidade em descidas, sensor de pontos cegos, tomada auxiliar de 127 volts e tração 4x4.

Valores de revisão:

Versões com motor 2.0 flex:

12 mil km: R$ 531,00

24 mil km: R$ 810,00

36 mil km: R$ 876,00

48 mil km: R$ 830,00

60 mil km: R$ 1703,00

72 mil km: R$ 896,00

Versões com motor 2.0 diesel

20 mil km: R$ 906,00

40 mil km: R$ 1.348,00

60 mil km: R$ 1.761,00

80 mil km: R$ 2.381,00

100 mil km: R$ 1.322,00

60 mil km: R$ 1.709,00

Garantia:

3 anos

Concorrentes

VW Tiguan Allspace

Motores: 1.4 turboflex (150 cv) e 2.0 turbo (220 cv)

Versões: 250 TSI, Comfortline e R-Line

Preços: de R$ 142.590 (250 TSI) a R$ 206.550 (Highline)

Pontos positivos: desempenho e espaço interno

Pontos negativos: acabamento interno e design

Chevrolet Equinox

Motores: 1.5 turbo (172 cv) e 2.0 turbo (262 cv)

Versões: LT, Midnight e Premier

Preços: de R$ 137.260 (LT 1.5) a R$ 172.190 (Premier 2.0)

Pontos positivos: desempenho e espaço interno

Pontos negativos: design e calibragem da suspensão

Toyota RAV4

Motores: 1.5 turbo (172 cv) e 2.0 turbo (262 cv)

Versões: S Connect e SX Connect

Preços: de R$ 217.990 (S Connect) a R$ 239.990 (SX Connect)

Pontos positivos: consumo de combustível e itens de série

Pontos negativos: preço

Honda CR-V

Motores: 1.5 turbo (190 cv)

Versões: Touring

Preços: R$ 204.900

Pontos positivos: lista de itens de série e espaço interno

Pontos negativos: preço