Topo

Honda Civic 2021

Preços, versões e tudo o que você precisa saber sobre o sedã

Do UOL, em São Paulo

27/10/2019 04h00

Não parece, mas o Honda Civic mudou um pouquinho em sua versão 2020. Em termos visuais, os apliques cromados no para-choque dianteiro e no traseiro são as novidades no design que já é conhecido do público desde que a geração atual chegou ao mercado, em 2016.

Na versão topo de linha, a Touring, os bancos podem vir nas cores cinza ou preta, dependendo da cor da carroceria. Nesta versão, o carro vem bem equipado, com carregador de celular por indução, sistema de som com dez alto-falantes e banco do motorista com ajuste lombar elétrico.

Fato é que o sedã já agrada o seu público fiel, que quer conforto sem abrir mão da performance. Se é isso o que você mais leva em consideração na hora de escolher um carro, então o Civic continua sendo sua melhor pedida dentro da categoria.

O que mudou na linha 2021?

A Honda fez algumas mudanças no conteúdo das versões do Civic na linha 2021.

Todas as configurações ganharam acendimento automático dos faróis, central multimídia com tela tátil de 7 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay e regulagem da altura dos faróis.

Na versão de entrada LX, o Civic agora vem com iluminação no porta-luvas e nos espelhos dos para-sóis. A lista de itens de série inclui também freio de estacionamento elétrico, piloto automático, ar-condicionado digital e câmera de ré.

As configurações Sport e EX ganharam chave presencial e partida do motor por botão. O Civic EX ainda traz saídas de ar-condicionado para o banco de trás e sensores de estacionamento traseiros.

Acima vem o EXL, que acrescentou faróis full-LED, faróis de neblina em LED e uma nova central multimídia de 7 polegadas, que traz botão físico giratório do volume.

A configuração mais cara é a Touring. Única equipada com motor 1.5 turbo, ela ganhou apenas o botão giratório para regulagem do volume do som.

Só que as mudanças vieram acompanhadas de reajustes que chegam a R$ 5.300, fazendo com que o sedã custe entre R$ 107.200 e R$ 146.500.

Como UOL Carros avaliou

Nada mudou na motorização do novo Civic. Isso significa que todas as versões menos a topo de linha ainda possuem motor 2.0 aspirado i-VTEC flex. Na Touring, o veículo conta com propulsor 1.5 turbo que utiliza apenas gasolina.

O maior problema foi o fato de a Honda não ter trazido para a versão brasileira do Civic o pacote Sensing, que tem dispositivos importantes de seguranças como frenagem automática de emergência, piloto automático adaptativo e alerta de permanência em faixa.

Na guiada, o Civic não mudou. A experiência de dirigir o sedã japonês é boa como sempre foi, com respostas rápidas e precisas, apresentando uma guiabilidade muito mais esportiva do que a do seu concorrente Corolla.

Portanto, para quem gosta e valoriza a experiência de condução na hora de escolher um automóvel, talvez o Civic seja a melhor opção nesta categoria.

Inclusive, é por isso que ele segue tendo um bom público cativo, que gosta destas características e continua o consumindo, apesar de suas poucas mudanças frente ao Corolla 2020, que, entre outras coisas, vem com motorização híbrida flex.

Leia a avaliação completa.

Dimensões: comprimento, 4,64 m; largura, 1,79 m; altura, 1,43 m; entre-eixos, 2,70 m

Porta-malas: 519 litros

Tanque: 56 litros

LX:

Preço: R$ 107.200

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: CVT

Potência: 155 cv / 150 cv a 6.300 rpm

Torque: 19,5 kgfm / 19,3 kgfm a 4.800 rpm

Consumo (urb./rod.): 7,2 km/l / 8,9 km/l (etanol) - 10,5 km/l /13 km/l (gas.)

Itens de série: 6 airbags, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, central multimídia com tela tátil de 7 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay, acendimento automático dos faróis, sensor de pressão dos pneus, volante multifuncional, direção elétrica, ar-condicionado digital, rodas de liga leve de 17 polegadas, vidros elétricos, alarme antifurto, travas elétricas, ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix, volante com regulagem de altura e profundidade, câmera de ré e piloto automático.

Sport:

Preço: não divulgado

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: CVT

Potência: 155 cv / 150 cv a 6.300 rpm

Torque: 19,5 kgfm / 19,3 kgfm a 4.800 rpm

Consumo (urb./rod.): 7,2 km/l / 8,9 km/l (etanol) - 10,5 km/l /13 km/l (gas.)

Itens de série: mesmos itens da versão LX mais destravamento das portas sem chave, partida do motor por botão, volante com paddle shifts, detalhes externos em preto brilhante, rodas de liga leve aro 17 polegadas com desenho exclusivo e revestimento interno na cor preta.

EX:

Preço: R$ 118 mil

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: CVT

Potência: 155 cv / 150 cv a 6.300 rpm

Torque: 19,5 kgfm / 19,3 kgfm a 4.800 rpm

Consumo (urb./rod.): 7,2 km/l / 8,9 km/l (etanol) - 10,5 km/l /13 km/l (gas.)

Itens de série: mesmos itens da versão LX mais destravamento das portas sem chave, partida do motor por botão, volante com paddle shifts, sistema de som com 4 alto-falantes e 4 tweeters e bancos revestidos em couro.

EXL:

Preço: R$ 124 mil

Motor: 2.0, 16V, 4 cilindros em linha, flex

Câmbio: CVT

Potência: 155 cv / 150 cv a 6.300 rpm

Torque: 19,5 kgfm / 19,3 kgfm a 4.800 rpm

Consumo (urb./rod.): 7,2 km/l / 8,9 km/l (etanol) - 10,5 km/l /13 km/l (gas.)

Itens de série: mesmos itens da versão EX mais faróis full LED, faróis de neblina em LED, central multimídia com tela tátil de 7 polegadas e botão físico para regulagem de volume, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré com guias de alinhamento, conexão HDMI, navegador GPS e ar-condicionado digital dual zone.

Touring:

Preço: R$ 146.500

Motor: 1.5, 16V, 4 cilindros em linha, turbo, flex

Câmbio: CVT

Potência: 173 cv a 5.500 rpm

Torque: 22,4 kgfm a 1.700 rpm

Consumo (urb./rod.): 11,8 km/l / 14,4 km/l

Itens de série: mesmos itens da versão EXL mais sistema LaneWatch (câmera lateral), suspensão traseira com coxins hidráulicos, teto solar elétrico, sistema de som com 10 alto-falantes e subwoofer, banco do motorista com ajuste elétrico e lombar e carregador de celular por indução.

Valores da revisão (qualquer versão)

10.000 km ou 1 ano: R$ 353,15 (estimativa)

20.000 km ou 2 anos: R$ 573,71 (estimativa)

30.000 km ou 3 anos: R$ 603,75( estimativa)

40.000 km ou 4 anos: R$ 1.752,32 (estimativa)

50.000 km ou 5 anos: R$ 603,75 (estimativa)

60.000 km ou 6 anos: R$ 1.696,11 (estimativa)

Garantia:

3 anos

Concorrentes

Toyota Corolla

Motores: 2.0 16V flex (177 cv / 169 cv) e 1.8 híbrido flex (101 cv / 98 cv - motor elétrico de 72 cv)

Versões: GLi, XEi e Altis

Preços: de R$ 111.290 (GLi) a R$ 149.890 (Altis Hybrid Premium)

Pontos positivos: desempenho e design

Pontos negativos: lista de itens de série

Chevrolet Cruze

Motores: 1.4 turbo flex (153 cv / 150 cv)

Versões: LT e Premier

Preços: R$ 110.690 (LT)

Pontos positivos: desempenho e conectividade

Pontos negativos: preço