PUBLICIDADE
Topo

Primeira Classe

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

De Onix a Pulse: veja os carros que serão protagonistas do mercado em 2022

Chevrolet Onix - Divulgação
Chevrolet Onix Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rafaela Borges

Rafaela Borges é jornalista automotiva desde 2003, com passagens por Carsale e Estadão. Escreve sobre o mercado de veículos, supercarros, viagens sobre rodas e tecnologia.

Colunista do UOL

10/01/2022 04h00

O ano de 2021 terminou com o resultado esperado: a Fiat na liderança de mercado e o Grupo Stellantis, do qual a marca faz parte (junto com Jeep, Ram, Peugeot e Citroën), ocupando seis das dez primeiras posições do ranking de vendas de automóveis e comerciais leves. Mas tanto dezembro quanto os dois meses anteriores deram indícios de que, em 2022, a vida desse conglomerado automotivo será um pouco mais difícil. Haverá mais rivais na busca pelo protagonismo.

O ano foi encerrado com a Fiat Strada na primeira posição do ranking de vendas, o Hyundai HB20 na segunda colocação e o Fiat Argo na terceira. Esse hatch, porém, não deverá aparecer como protagonista em 2022. Seu resultado na lista mensal dos mais emplacados tem sido fraco. Em dezembro, foi apenas o 16º mais comercializado do Brasil.

Voltando aos mais vendidos de 2021, o Chevrolet Onix, que ficou quase todo o primeiro semestre sem produção, voltou com tudo. Líder tanto em novembro quanto em dezembro, foi o quarto carro mais emplacado do Brasil no ano passado. O Jeep Renegade fechou a lista dos cinco mais comercializados.

Volta por cima do Chevrolet Onix

A principal rival do Grupo Stellantis em 2022 será a "sumida" Chevrolet. Os três carros da plataforma do Onix (hatch, sedã Onix Plus e Tracker) voltaram com tudo nos últimos dois meses.

Em dezembro, além da liderança do Onix, a Chevrolet conseguiu o segundo lugar, com o Onix Plus, e o posto de fabricante do SUV mais emplacado, o Tracker (que superou o líder de novembro, Creta). Vale lembrar que, nesse segmento, o primeiro lugar no acumulado de 2021 ficou com o Jeep Renegade.

O Onix vai começar com força em vendas o ano de 2022, e dá para cravar que será o principal candidato à liderança, tirando o posto da Strada. Liderança esta que ocupava até o fim de 2020, antes do início da pandemia. Desde então, quase tudo deu errado tanto para o carro quanto para a Chevrolet.

Por causa da falta de semicondutores, a produção da linha Onix foi interrompida por meses, e a liderança perdida. Mas com o retorno da fabricação do carro, o público brasileiro mostrou que estava carente de Onix, e voltou a consumir o hatch com ímpeto.

Por outro lado, a antiga versão do carro, Joy, acaba de sair de linha. Teoricamente, isso poderia afetar o resultado do carro em 2022, já que suas vendas eram somadas às do novo Onix. No entanto, de acordo com a Chevrolet, a participação do Joy nos emplacamentos da gama era pouco representativa.

O contra-ataque da Stellantis

Mesmo que, de cara, já fique claro que não será fácil para a Strada manter a liderança em 2022, o Grupo Stellantis surge com dois carros que vão abalar seus respectivos segmentos. O mais representativo é o Pulse.

O primeiro SUV da Fiat chegou com argumentos e volume de produção para ser o líder do segmento de utilitários-esportivos compactos. Recém-lançado, já mostrou que chegou mesmo para abalar as estruturas da concorrência.

Com 4.432 emplacamentos, ele foi o quarto SUV compacto mais vendido em dezembro. À frente dele, apareceram apenas o líder Chevrolet Tracker (7.936 unidades vendidos), o segundo colocado, Volkswagen T-Cross (6.574), e o Hyundai Creta (6.038).

Modelos importantes como Honda HR-V, Nissan Kicks, Volkswagen Nivus (o principal rival do Pulse) e o próprio Jeep Renegade já foram deixados para trás. O segundo protagonista do Grupo Stellantis foi o também recém-lançado Jeep Commander.

Em dezembro, já foi o líder disparado do segmento de SUVs de sete lugares, deixando para trás Toyota SW4 e Caoa Chery Tiggo 8, só para citar os principais. Além disso, considerando todos os utilitários-esportivos (como médios e compactos, menores e mais baratos), o novo Jeep 11º mais vendido, um grande resultado para um veículo cuja versão mais barata passa dos R$ 200 mil.

Em 2022, é praticamente certo que o Commander fará parte da lista dos 20 veículos mais emplacados do mercado brasileiro - considerando carros de passeio e comerciais leves.

Os dez mais vendidos em 2021

1 - Fiat Strada - 100.049 unidades
2 - Hyundai HB20 - 86.135
3 - Fiat Argo - 84.644
4 - Chevrolet Onix - 73.598
5 - Jeep Renegade - 73.544
6 - Jeep Compass - 70.908
7 - Fiat Toro - 70.893
8 - Volkswagen Gol - 66.288
9 - Fiat Mobi - 65.847
10 - Hyundai Creta - 64.757