PUBLICIDADE
Topo

Tracker conquista 3ª posição em vendas em primeira quinzena de junho

Chevrolet Tracker Premier - Murilo Góes/UOL
Chevrolet Tracker Premier Imagem: Murilo Góes/UOL
Rafaela Borges

Rafaela Borges é jornalista automotiva desde 2003, com passagens por Carsale e Estadão. Escreve sobre o mercado de veículos, supercarros, viagens sobre rodas e tecnologia.

Colunista do UOL

16/06/2020 14h23

A escalada do Chevrolet Tracker rumo ao topo do ranking de vendas de SUV compactos continua. Além de confirmar o primeiro lugar da categoria na primeira quinzena de junho, o utilitário-esportivo foi além: obteve o posto de terceiro carro de passeio mais vendido do País.

Os dados são de emplacamentos e foram divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). É importante ressaltar que essas informações precisam ser vistas analisando a peculiaridade do momento.

Com os emplacamentos limitados por causa da pandemia, esse dado tem sido menos fiel ao real número de unidades vendidas pelas montadoras. Muitos clientes compram, mas ainda não conseguem emplacar.

Ainda assim, os meses seguidos de liderança do Tracker no segmento de SUVs compactos dá indícios de que, se não liderar a categoria na retomada pós-pandemia, o Chevrolet ao menos vai brigar pelo primeiro lugar em vendas.

Tracker na terceira posição

O líder e o vice-líder de vendas na primeira quinzena de junho foram modelos veteranos nessa posição. O primeiro lugar, sem surpresas, é do Onix, com 2.508 emplacamentos. O HB20, que despencou no ranking após a reestilização feita no ano passado, vem se reconsolidando na segunda posição neste período de pandemia.

O carro da Hyundai somou 2.280 unidades emplacadas na primeira quinzena de junho. O Tracker aparece com 1.615 emplacamentos, logo à frente do Gol (1.542).

Outro SUV que se destacou na primeira quinzena foi o Creta, com 1.518 unidades emplacadas e o quinto lugar no ranking do mercado. Além disso, o Hyundai foi o segundo SUV compacto mais vendido no período.

Levando em consideração apenas o segmento de SUVs compactos, o terceiro lugar ficou com o Jeep Renegade (1.347 emplacamentos), seguido pelo Volkswagen T-Cross (1.247). O Renault Duster volta a surpreender.

Na primeira quinzena, conquistou o sexto lugar, deixando para trás o Honda HR-V.

Onix Plus x Tracker

É comum a chegada de SUVs compactos ao mercado prejudicar a carreira de sedãs compactos. Modelos desses dois segmentos brigam por clientes. No caso do Brasil, os utilitários-esportivos estão levando ampla vantagem.

O Tracker era um modelo já oferecido pela Chevrolet, mas a antiga geração vinha do México, tinha menos versões e registrava baixa relevância no mercado.

Com a nova geração, agora brasileira e lançada há três meses, as vendas dispararam. E a principal vítima não foi um concorrente direto, e sim um "irmão", o Onix Plus.

Antes da pandemia, o sedã que substituiu o Prisma vinha aparecendo constantemente na segunda posição do ranking de emplacamentos de carros de passeio divulgado pela Fenabrave. Já na primeira quinzena de junho, o carro despencou.

O três-volumes ocupou, no período, apenas o nono lugar na lista. A chegada do novo Tracker é certamente um dos fatores que vem influenciando a queda de participação do Onix Plus no mercado.