PUBLICIDADE
Topo

Ferrari Roma chega ao Brasil no segundo semestre; veja preço e detalhes

Ferrari Roma - Divulgação
Ferrari Roma Imagem: Divulgação
Rafaela Borges

Rafaela Borges é jornalista automotiva desde 2003, com passagens por Carsale e Estadão. Escreve sobre o mercado de veículos, supercarros, viagens sobre rodas e tecnologia.

Colunista do UOL

22/05/2020 10h19

Uma combinação entre traços do passado muitos elementos contemporâneos. Essa é a proposta visual da Roma, novo modelo da Ferrari que já tem passaporte carimbado para o Brasil. A chegada do superesportivo está confirmada para o segundo semestre deste ano.

Já há inclusive, estimativa de preço para o carro. A Roma custará em torno de R$ 2,8 milhões, de acordo com informações da Via Italia, representante da montadora no Brasil. A empresa representa também, por aqui, a principal rival da Ferrari: a Lamborghini.

A Roma é uma homenagem à histórica capital da Itália. Não à toa, o ensaio fotográfico de lançamento mundial do carro foi produzido em locais icônicos daquela que também é conhecida como cidade eterna.


Ferrari Roma em detalhes

A frente do carro remete a modelos icônicos da história da Ferrari, como a 250 GTO, uma lenda dos anos 60. No entanto, vincos e até mesmo o formato da grade investem em toques totalmente contemporâneos, para alinhar o carro ao presente.

As elevações laterais e o vinco central único são elementos visuais vistos em outros modelos da marca. No farol, chama a atenção o filete cruzado de LEDs. Atrás, chamam a atenção as quatro saídas de escape.

Ferrari Roma traseira - Divulgação - Divulgação
Traseira do cupê exibe esguias lanternas de LED, escapamento com quatro ponteiras e lugar para as malas
Imagem: Divulgação
A lateral do modelo é bastante limpa, mas traz um para-lamas "musculoso" para reforçar a agressividade desse superesportivo que é capaz de acelerar de 0 a 200 km/h (parâmetro que vem sendo usado pelas fabricantes de superesportivos) em 9,3 segundos.

De 0 a 100 km/h, o modelo é capaz de acelerar em 3,4 segundos, de acordo com informações da Ferrari. Para atingir esses números, a Roma usa um motor turbo V8 de 3,9 litros, com posição central dianteira.

Esse propulsor entrega 620 cv de potência e é acoplado a uma transmissão automatizada de sete marchas e duas embreagens. A velocidade máxima é de 320 km/h, conforme a fabricante.

Por dentro

Atrás do volante multifuncional de base reta, está um moderno painel virtual, capaz de mostrar diversos dados sobre o desempenho do carro. No console central alto e inclinado, foi instalada a tela vertical da central multimídia.

Ferrari Roma cabine - Divulgação - Divulgação
Interior da nova Ferrari traz painel digital, central multimídia vertical e uma terceira tela para o passageiro
Imagem: Divulgação
Como um bom superesportivo, o modelo traz Alcântara em diversas partes do revestimento interno. O material está, por exemplo, na seção do painel à frente do único passageiro, onde se lê a inscrição Roma.

O cupê também investe no luxo interior, com amplo uso de couro. Entre as partes revestidas pelo material, há o volante.

Outras novidades

A Ferrari planeja outras novidades para 2020 no Brasil. É aguardada a chegada da F8 Tributo. A sucessora da 488 Spider traz o mesmo motor da Roma, mas em versão com 720 cv. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 2,9 segundos.

O também conversível 812 GTS também pode estar nos planos da marca para este ano. Seu motor é V12 de 6,5 litros e 800 cv. Apesar de mais potente, é um pouco mais lenta que a F8 no 0 a 100 km/h, missão que cumpre em 3 segundos.