PUBLICIDADE
Topo

Ciclovia da Marginal Pinheiros será reaberta na segunda depois de 140 dias

Diego Salgado

Repórter do UOL desde 2015, com passagens por Estadão e Portal 2014. Ciclista há 20 anos na cidade de São Paulo, já pedalou por 10 países e atravessou sozinho a América do Sul e a Europa. A Oceania é o próximo desafio.

31/07/2020 15h54

A ciclovia da Marginal do Rio Pinheiros, em São Paulo, será reaberta ao público na próxima segunda-feira (3), depois de 140 dias. O espaço foi fechado em meados de março, diante do início da quarentena na capital paulista devido à pandemia do novo coronavírus.

As melhorias nos 21,5 quilômetros da ciclovia foram realizadas com apoio do Banco Santander e da Sabesp. A revitalização, por sua vez, foi executada pela Farah Service, que será gestora da ciclofaixa pelos próximos 30 meses. O investimento total, segundo o Governo do Estado, será de R$ 6 milhões no período, sendo que R$ 2,2 milhões já foram aplicados.

O espaço será reaberto com mudanças. As pistas foram pintadas, com marcações e sinalizações em pontos de atenção. Além disso, placas de orientação foram implantadas, assim como guaritas de alvenaria com banheiro e ar-condicionado.

Os ciclistas também terão 12 banheiros à disposição pelo caminho, todos com chuveiros, além de seis vending machines (máquinas automáticas com venda de produtos).

Em 140 dias, mais de 50 toneladas de lixo foram retiradas e a vegetação das margens cortadas, podadas e cuidadas. Já o asfalto foi refeito nos trechos mais danificados. As lombadas foram retiradas, e os recuos, alargados.