Paula Gama

Paula Gama

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemCarros

Como é a versão com dois motores do Volvo 'barato' que deve vir ao Brasil

Dentre os veículos considerados "premium" no Brasil, o lançamento do Volvo EX30 tem sido um dos mais comentados.

O SUV elétrico chamou atenção pelo preço inicial de R$ 229.950, logo ficando conhecido como o carro "barato" da marca sueca. A proposta acessível, aliada à inovação tecnológica, fez do EX30 um modelo muito aguardado.

Durante a apresentação da linha 2025 da Volvo em Gotemburgo, na Suécia, onde fica a sede da companhia, tivemos a oportunidade de experimentar o EX30 Twin, equipado com dois motores. O modelo é especulado para chegar ao Brasil a partir de 2025, embora a marca ainda não tenha confirmado essa informação.

A versão EX30 Single é equipada com um único motor elétrico, oferecendo 338 km de autonomia e 272 cavalos de potência.

Já a configuração Twin eleva essa experiência a um novo patamar com a adição de um segundo motor elétrico - proporcionando tração integral e um aumento substancial na potência e na performance geral do veículo. Nesse caso, são 428 cv de potência, 55,7 kgfm de torque e uma aceleração impressionante de zero a 100 km/h em apenas 3,6 segundos.

Volvo Ex30 Twin é opção topo de linha do SUV compacto totalmente eletrico
Volvo Ex30 Twin é opção topo de linha do SUV compacto totalmente eletrico Imagem: Divulgação

A resposta do acelerador é imediata, permitindo uma condução ágil tanto em estradas urbanas quanto em vias rápidas. A sensação de potência é constante e linear e esse desempenho coloca o EX30 em uma posição de destaque no segmento de SUVs elétricos.

Segundo informações da Volvo, a autonomia na cidade do Twin pode chegar a 599 km, conforme o ciclo WLTP. Esse dado é particularmente relevante para os consumidores urbanos, que buscam um veículo eficiente para o uso diário sem comprometer a potência.

Por dentro do EX30 Twin

O interior causa estranheza inicial, mas os comandos estão bem intuitivos na tela central
O interior causa estranheza inicial, mas os comandos estão bem intuitivos na tela central Imagem: Divulgação
Continua após a publicidade

O interior do EX30 Twin é tão minimalista quanto o da versão Single.

À primeira vista, o excesso de minimalismo pode chocar. Não há botões nas portas, nem mesmo alto-falantes ou tampouco painel de instrumentos tradicionais.

Todos os ajustes e as informações de condução, como a velocidade e a autonomia, são exibidos na tela da central multimídia. Até mesmo as regulagens dos retrovisores são realizadas por meio dessa interface.

A tecnologia de som é complementada por uma barra de som da Harman-Kardon. No lugar em que tradicionalmente ficaria o painel, há um sensor de fadiga que monitora os movimentos do condutor.

O design extremamente limpo do interior, embora inicialmente pareça estranho, reflete uma tendência crescente na indústria automotiva de simplificação e digitalização dos controles do veículo.

Isso não apenas reduz a complexidade e o custo, mas também traz uma experiência futurista ao usuário ao centralizar todas as funções em um único ponto de controle.

Continua após a publicidade

Após algum tempo ao volante, o motorista se acostuma a olhar para o centro do carro em busca das informações do painel. Mas confesso que seria mais confortável ajustar os retrovisores e o ar-condicionado com botões físicos.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

*Viagem a convite da Volvo Car Brasil

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Deixe seu comentário

Só para assinantes