Topo
OPINIÃO

Por que um carro elétrico pode ser o mais esportivo que você já dirigiu

O design do Porsche Taycan 4S também é mais ousado do que os tradicionais Imagem: Divulgação/Porsche
só para assinantes
Paula Gama

Colunista do UOL

03/06/2022 12h00

Sou completamente apaixonada por carros elétricos, mas confesso que minhas motivações não são tão honrosas quanto parecem. Apesar da redução de emissões de gases poluentes ser um ponto inegavelmente positivo nesse tipo de veículo, é a experiência de condução o que mais me atrai nesses modelos. Por isso, torço o nariz quando alguém diz que não gosta dos elétricos porque não são "esportivos".

Os puristas sentem falta do ronco do motor quando veem um carro elétrico, mas é provável que nunca tenham dirigido um. Acontece que poucos carros a combustão oferecem uma direção tão direta quanto um elétrico.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

As baterias fazem com que o torque - responsável pela arrancada do veículo - seja entregue por inteiro quase imediatamente, enquanto que em um modelo a combustão é necessário esperar os giros subirem para ver o máximo que o carro tem a oferecer.

Porsche Taycan 4S Imagem: Divulgação/Porsche

Esse fenômeno acontece com todo carro elétrico. Um Renault Kwid a eletricidade, sem dúvidas, é mais esportivo do que o mesmo modelo a combustão, e também tem direção mais direta do que diversos hatches e SUVs maiores. Por outro lado, as marcas de carro de luxo entregam verdadeiras máquinas sustentáveis, modelos com uma cavalaria de colocar inveja esportivos tradicionais.

Meu Porsche favorito

Recentemente passei alguns dias na região de Miami, nos Estados Unidos, a bordo do Porsche Taycan 4S. Já havia acelerado outros modelos da marca, mas esse me conquistou de um jeito especial.

O carro é equipado com dois motores, um no eixo dianteiro e outro no traseiro. Juntos, eles entregam 65 kgfm de torque e 435 cv de potência, que chega a 530 cv no modo Ecoboost, usado em ultrapassagens. Esse conjunto é capaz de levar o carro da imobilidade aos 100 km/h em apenas quatro segundos. Custa R$ 709 mil.

Não faltam telas para ajuste da central multimídia e comandos de som e ar-condicionado Imagem: Divulgação/Porsche

É impressionante sentir como um carro de mais de duas toneladas atende rapidamente ao mais suave toque no acelerador, mérito do torque sendo entregue imediatamente. A direção é tão direta que chega a assustar em alguns momentos, é necessário entender a sensibilidade dos pedais para ganhar confiança.

Por outro lado, o carro é incrivelmente estável, até mesmo nas curvas mais sinuosas, mais um mérito da distribuição do conjunto motriz, que faz com que o carro "cole" no chão.

Quando o assunto é autonomia, mais uma surpresa. Mesmo aproveitando tudo que o Porsche entrega de melhor em termos de performance, percorremos mais de 400 quilômetros com apenas uma recarga, sem grandes cuidados com a economia de energia. Também surpreendeu a facilidade de carregar o veículo. Em quase todos os shoppings e centros comerciais havia carregadores.

Em um carregador rápido, a bateria se estabelece quase completamente em menos de 40 minutos por um custo de US$ 18. Nos Estados Unidos, há carregadores grátis, mas a maioria já é paga e é possível fazer planos mensais que garantem descontos especiais para assinantes.

Máquinas amigas do meio ambiente

A experiência de conduzir um esportivo elétrico não é exclusiva da Porsche, outras marcas como Audi, BMW, Volvo e até Mini também oferecem modelos com alta performance e motores a eletricidade. A tendência tem sido proveitosa para provar como os elétricos podem ser ainda mais esportivos e divertidos do que um esportivo tradicional.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Por que um carro elétrico pode ser o mais esportivo que você já dirigiu - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL