PUBLICIDADE
Topo

Jorge Moraes

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Renault prepara dupla ofensiva para duelar com Fiat Toro e Jeep Renegade

Conteúdo exclusivo para assinantes
Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

26/01/2022 11h00

Fiat Toro e Jeep Renegade dominam seus respectivos segmentos com boa folga e foram líderes de mercado em 2022. No caso do SUV, não foi por falta de concorrentes, uma vez que o segmento dos utilitários compactos é o que tem mais jogadores em campo. Já quando olhamos para a picape, o que vemos é um jogo "injusto", quase um "café com leite". Isso porque praticamente não tem adversários. Mas penso que algo pode mudar. E caberá à Renault essa dura missão.

A montadora francesa prepara uma ofensiva com dois ataques ao mesmo tempo. Em março lançará o Renault Duster com motor 1.3 turboflex, com 170 cv e câmbio CVT, para enfrentar as versões de entrada do Renegade.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Ainda apresentará a nova geração da Oroch, com o visual atualizado igual ao do irmão SUV, e com a mesma motorização turbo. Nesse caso, o alvo da Renault serão as versões de entrada da Toro com tração 4x2 e motor 1.3 turboflex de 185 cv.

Vamos falar da dura missão que cada player francês terá nessa disputa. Começando pelo Duster: o SUV compacto tem um bom espaço no mercado nacional. Mesmo sem motor turbinado, conseguiu vender 22.457 unidades (nono lugar entre os compactos).

Pode parecer pouco se comparado ao Renegade, que vendeu 73.913 modelos. Mas, ao mesmo tempo, dentro da gama da Renault, conseguiu emplacar quase três vezes mais que o Captur (8.304), que ganhou motor turboflex em meados de 2021. E sinto que o Duster, que tem aprovação máxima no show room da montadora, vem para cima.

O SUV mudou de visual externo e interno em 2020, pouco antes de começar a pandemia da covid-19. Ganhou mais tecnologia, perdeu as versões 4x4, ficou bonito e seguiu vendendo bem. O que faltava para fazer ele disputar posições melhores chegará agora: a motorização turbo.

Não estamos dizendo que o propulsor mais potente, moderno e eficiente fará o Duster disputar a liderança com o Renegade ou tirará Creta e T-Cross do pódio. Mas o modelo francês, com seu estilo de SUV raiz e boa entrega de equipamentos, poderá sim incomodar os rivais.

É claro que o preço será um fator determinante nesse jogo. O Duster hoje tem três versões de acabamento, que variam entre R$ 97.390 e R$ 119.390. O Renegade 2022 T270 não terá nada abaixo de R$ 115 mil.

Oroch x Toro

A Oroch é a única rival da Toro entre as picapes chamadas de médio/compactas (maiores que Strada e menores que Hilux, por exemplo). A questão é que o modelo da Renault parou no tempo, não se atualizou na mecânica, no design, na segurança e muito menos em relação à tecnologia a bordo. São desses pontos que os franceses devem cuidar nessa "nova geração" que chega às lojas em abril.

A picape ganhará a identidade visual do novo Duster e as tecnologias de conectividade e segurança do SUV. Mesmo que esses pontos sejam fundamentais para qualquer pretensão de enfrentar a Toro, sem mudar a mecânica nada disso teria muito efeito.

Por isso a Renault aposta no bom motor 1.3 turboflex de 170 cv e 27,5 kgfm de torque para duelar com as versões de entrada da Toro, que são puxadas pelo conjunto T270 de 185 cv e 27,5 kgfm. Note que o propulsor francês, feito em parceria com a Mercedes-Benz, é menos potente, mas entrega o mesmo torque. O câmbio será sempre o CVT e a tração 4x2.

Assim como no Duster, os preços praticados pela Renault nessa nova linha da Oroch serão determinantes nesse duelo que promete muito. Até o fim do ano passado, a Oroch era vendida em quatro versões entre R$ 103.600 (Express 1.6 MT5) e R$ 110.000 (Dynamique 2.0 MT6). A Toro mais barata hoje custa R$ 143.367.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.