PUBLICIDADE
Topo

Jorge Moraes

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Corolla perde multimídia de fábrica para dar prioridade ao Corolla Cross

Fornecida pela Wings como acessório na concessionária, central que substitui a original por ora não tem CarPlay nem Android Auto - Jorge Moraes/UOL
Fornecida pela Wings como acessório na concessionária, central que substitui a original por ora não tem CarPlay nem Android Auto Imagem: Jorge Moraes/UOL
Conteúdo exclusivo para assinantes
Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

11/09/2021 04h00

O Toyota Corolla vai sair de fábrica sem a central multimídia original. A Toyota teve que priorizar a produção do componente para o SUV Corolla Cross por conta da escassez de semicondutores, ainda reflexo das restrições do fornecedor em função da pandemia do coronavírus. A peça do sedã será instalada nas concessionárias.

O comunicado da Toyota informa que, para não prejudicar os clientes, a multimídia será instalada por um parceiro que fornece o item como acessório homologado. O sistema operacional é Android mas compatível com o iOS.

A montadora garante que a mudança vai manter o pique de produção e ainda a demanda na cadeia de suprimentos durante esse momento de escassez. Resta saber se o cliente vai topar a ideia.

A empresa responsável pelo desenvolvimento e instalação das centrais multimídias é a Wings, que firmou a parceria com a Abradit (Associação Brasileira de Distribuidores Toyota). De acordo com a marca, o produto foi projetado para atender a todas as versões do sedã e tem o aval da montadora.

O cofundador da Wings João Marcelo Barros disse a UOL Carros que a multimídia foi desenvolvida em tempo recorde e será fabricada localmente para atender a demanda da produção. "A central traz, através de uma supertela de alta resolução, uma nova experiência com o que há de mais moderno em entretenimento, segurança e navegação", diz.

A tela pode até ser considerada um avanço em relação àquela que a Toyota fornecia de fábrica, mas tem o que considero um pênalti que poderá será revertido em breve: a perda das conexões Apple CarPlay e Android Auto que a central original oferece.

Atenta ao programa de assistência do motorista, A Wings garante que será possível acessar de forma direta vários aplicativos, como Waze e Spotify, já instalados no aparelho. A central de dez polegadas é 100% sensível ao toque e também permite o acompanhamento do fluxo de energia da bateria, o espelhamento do telefone e a conexão Wi-Fi.

"O sistema de entretenimento é hoje um dos fatores decisivos na escolha de um veículo. Trata-se de um segmento muito exigente em termos de estabilidade do produto e atendimento pós-vendas, por isso nos especializamos a atender apenas concessionárias e montadoras. Não é possível, por exemplo, adquirir um produto original Wings em lojas de acessórios. Todas as nossas linhas de multimídia são consideradas premium", comenta João Marcelo Barros.

Confira a nota da Toyota na íntegra:

A Toyota do Brasil informa que apesar de todos os esforços que têm realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, desde o dia 1º de setembro os veículos Corolla sedã produzidos na unidade de Indaiatuba (SP) estão saindo de linha sem a central multimídia original.

Para evitar uma parada completa de produção e causar ainda mais desconforto aos clientes que precisariam esperar seus veículos por um longo tempo, a Toyota buscou um novo parceiro para fornecer este item, cuja instalação será feita na rede de concessionárias Toyota de todo o País.

Dessa forma, a Toyota assegura seu compromisso de seguir produzindo e garantindo demanda na sua cadeia suprimentos neste momento atípico e de grandes dificuldades que o mundo enfrenta.