PUBLICIDADE
Topo

Jorge Moraes

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

VW Taos larga atrasado com missão de roubar clientes de Jeep e Toyota

Divulgação
Imagem: Divulgação
Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

25/05/2021 12h20Atualizada em 25/05/2021 18h48

A Volkswagen prepara o seu lançamento mais importante do ano no país. Depois de amanhã (27) será apresentado o Taos, SUV médio que nasce com um desafio do tamanho do seu segmento, que é um dos mais concorridos do Brasil. O modelo larga atrasado em relação aos seus dois principais rivais: o Corolla Cross e o Jeep Compass.

O Toyota surfa na onda da novidade e na confiabilidade da marca que vende bem todos os seus produtos no Brasil. A Jeep teve que se mexer ao ver tantos concorrentes novos querendo levar seus clientes e lançou há cerca de um mês a linha turboflex do Compass, que já tem uma longa fila de espera - assim como o Corolla Cross.

Esses dois concorrentes mostram o tamanho do desafio que o Volkswagen terá para atrair clientes novos.

A montadora não quer apenas os clientes da Tiguan (agora com apenas com sete lugares na versão mais cara) migrem para o Taos - até porque são poucos esses consumidores. O que os alemães querem é, sim, tirar clientes da Jeep (principalmente) e da Toyota. Aliás, todos querem diminuir a folga na liderança do Compass no segmento.

Não espere preços baixos

Para esse árduo desafio, a Volks aposta na mesma fórmula de SUV que vem dando certo desde o nascimento de T-Cross e Nivus, que é tecnologia embarcada, eficiência no conjunto mecânico e estilo. O acabamento interno está mais caprichado que nos irmãos menores. O Taos chegará nessa primeira versão de partida sem opcionais, com uma cor exclusiva e mimos que devem fazer a pré-venda que começa na quinta-feira durar poucas horas - como aconteceu com o Nivus.

Não espere preço baixo, até porque isso não existe mais no Brasil. O Taos de lançamento deve mirar na versão Limited do Compass turboflex e Corolla Cross XRX, ou seja, entre R$ 176 mil e R$ 185 mil. As versões Comforline e Highline (esses com opcionais) devem ofertar preços mais competitivos entre R$ 160 mil e R$ 175 mil. Com opcionais não duvide que chegue perto da casa dos R$ 200 mil.

Siga o UOL Carros no

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL